BOM DIA

BEM VINDOS AOS BLOGS DOS

INTERNAUTAS MISSIONÁRIOS

SOMOS CATÓLICOS APOSTÓLICOS ROMANOS, MAS RESPEITAMOS TODAS AS RELIGIÕES. CRISTÃS OU NÃO.

CATEQUESE PELA INTERNET

LEIA, ESCUTE, PRATIQUE E ENSINE.

PESQUISAR NESTE BLOG - DIGITE UMA FRASE DE QUALQUER EVANGELHO

30 de ago de 2011

"Calar ou Anunciar? Quem se arrisca?" – Diac. José da Cruz


23 de Setembro
Lucas 9, 18-22
                                                         
      Á primeira impressão é que Jesus interrompeu a oração para especular a seus discípulos sobre o que o povo pensava a seu respeito. Seria mais lógico imaginarmos que após um momento de oração Jesus quis ter com eles uma conversa muito séria.
    ____O mestre estava passando por uma crise de identidade, por acaso ?
   ____Seria muita ingenuidade pensarmos assim, primeiro porque o evangelho é fruto de uma reflexão da comunidade,  viveu-se uma experiência profunda com Jesus, depois alguém, ou um grupo de pessoas, colocaram essas experiências por escrito.
   ____ Jesus foi confundido com João Batista, com o Profeta Elias, mas a resposta de Pedro foi nova e parece que inédita "O Cristo de Deus".
 _____ Não ! A resposta de Pedro expressou o que o grupo pensava, Cristo significa ungido, Aquele que tem uma missão especial, e o termo "de Deus" alude ao envio, significando que Jesus era o Messias esperado.
   ____Ué ? E não está certo? E porque Jesus mandou energicamente que eles nada dissessem a ninguém ?
_____Pois aí  é que está o "xis" da questão. A concepção de um Messias poderoso, forte, libertador como o Rei Davi, ou como o próprio Moisés, até então a maior referência como Libertador do Povo, ou ainda como o Profeta Elias, o Homem de Deus, começou a surgir nomeio do povo no Exílio da Babilônia e foi tomando força cada vez mais nas várias correntes religiosas dentro do Judaísmo. Mas só tinha um problema, o Filho do Homem, antes de mais nada é um homem e como tal irá enfrentar a rejeição, paixão e morte, mas irá ressuscitar.
Estamos longe na linha do tempo Cromos, das comunidades primitivas, entretanto, na pós- modernidade por conta do consumismo, criaram um Jesus que nada tem de humano, cuja missão é realizar prodígios e mais prodígios, como um Super Herói que se chama na hora do "aperto", esse Jesus modelado por falsos Homens de Deus, inescrupulosos, lotam templos reunindo multidões que buscam a Deus, não pelo que Ele é, mas por aquilo que Ele pode dar...
Esse não é o Jesus do evangelho, revelação do Pai, e inaugurador do Reino Novo, por isso é preciso, diante desse evangelho, nos perguntar com sinceridade: "Que Jesus é o nosso?
Será que podemos anunciá-lo ao mundo inteiro, e testemunhá-lo a todas as pessoas? Para alguns pregadores da pós-modernidade, dentro e fora da igreja, melhor seria ouvir a admoestação do Senhor "Calem a boca e não digam nada a ninguém...". 

Nenhum comentário:

Postar um comentário