BOM DIA

BEM VINDOS AOS BLOGS DOS

INTERNAUTAS MISSIONÁRIOS

SOMOS CATÓLICOS APOSTÓLICOS ROMANOS, MAS RESPEITAMOS TODAS AS RELIGIÕES. CRISTÃS OU NÃO.

CATEQUESE PELA INTERNET

LEIA, ESCUTE, PRATIQUE E ENSINE.

PESQUISAR NESTE BLOG - DIGITE UMA FRASE DE QUALQUER EVANGELHO

18 de ago de 2011

- Nenhum daqueles que foram convidados provará do meu banquete - Sal

Dia: 01 de novembro 


           Daqui há um mês e meio teremos a festa de Natal, que para alguns não passa de uma ocasião para firmar os seus laços comerciais, sua amizades  por interesse, e na oportunidade para fazer um belo banquete, sem se importar se existem pobres morrendo de fome espalhados pela cidade.

Jesus veio ao mundo e apresentou as maravilhas de sua mensagem a qual revelava o Reino de Deus. Porém, os poderosos não aceitaram a sua proposta, o seu plano de amor. Por causa disso Jesus dirigiu-se aos excluídos, aos pobres da periferia.  No mundo de hoje acontece a mesma coisa. Os poderosos acreditam no poder de suas propriedades, no poder de sua conta bancária, nos lucros de suas fábricas, no poder de suas influências, no poder de suas armas, etc., e dispensa o Poder de Deus, o Plano de Deus.

É por isso, prezados catequistas, que precisamos dirigir a nossa pregação aos pobres, favelados, humilhados, excluídos, e desclassificados. Foi isso que Jesus fez.

"Traze para cá os pobres, os aleijados, os cegos e os coxos'. E quando o servo comunicou: 'Senhor,... ainda há lugar', o senhor ordenou ao servo: 'Sai pelas estradas e pelos cercados... para que minha casa fique cheia. Pois eu vos digo: nenhum daqueles que foram convidados provará do meu banquete'".

Jesus não disse que deveríamos permanecer nos grandes centros, na orla da praia, evangelizando para os ricos.  Jesus nos mostra nesta parábola que tendo a sua proposta sido  recusada pelos  poderosos, Deus decidiu convidar os humildes, e famintos para participar do seu banquete, do seu Reino.  É isso o que deveremos fazer numa imitação do Cristo Jesus que veio nos mostrar o como devemos evangelizar.

O assunto central dessa parábola é a preferência de Deus pelos excluídos da sociedade, que ao serem convidados para o banquete, passam a ser mais importantes que os mais importantes da sociedade. Para Deus, a importância não se baseia em valores terrenos, como a maioria das pessoas acredita.

Na verdade, aqueles que "foram convidados" são os líderes judaicos, donos do poder religioso daquela época, os quais já  se julgavam eleitos por Deus, por isso rejeitam o banquete oferecido por Jesus por causa do seu apego às suas tradições culturais e religiosas.

Hoje Jesus nos mostra que a sua proposta de salvação  é oferecida a todos os povos, sem limites de fronteira, cor  ou raça.

Catequista. Vamos imitar Jesus, levando a sua palavra a todos, e não somente a um grupo de privilegiados.

Sal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário