BOM DIA

BEM VINDOS AOS BLOGS DOS

INTERNAUTAS MISSIONÁRIOS

SOMOS CATÓLICOS APOSTÓLICOS ROMANOS, MAS RESPEITAMOS TODAS AS RELIGIÕES. CRISTÃS OU NÃO.

CATEQUESE PELA INTERNET

LEIA, ESCUTE, PRATIQUE E ENSINE.

PESQUISAR NESTE BLOG - DIGITE UMA FRASE DE QUALQUER EVANGELHO

31 de ago de 2011

“A ousadia de Jesus” – Claudinei M. Oliveira

“A ousadia de Jesus” – Claudinei M. Oliveira


Sábado, 03 de Setembro de 2011.

Evangelho – Lc 6, 1-5

            Entre a tradição é a fome qual você escolheria? Lógico, tudo depende do contexto. Mas Jesus não perdeu tempo em responder para alguns fariseus que a necessidade deve ser saciada antes que seja tarde de mais. Agora, ficar cultuando algo que não trás nenhuma segurança e cria empecilho para o bem da vida é enganar-se ou ser um pouco trouxa.

Por isso Jesus é ousado e moderno para a época. Não advertiu seus discípulos quando saciava a fome num sábado ao passar pelo roçado de milho. Seus discípulos estavam em serviço e, mesmo sendo sábado, dia do jejum, também sentiam fome. Para Jesus quem tem fome tem que se alimentar. Não deve fazer sinal da cruz na boca, arriscando passar mal e atrasar a viagem porque era proibido comer.

As leis, os costumes e as virtudes devem estar a serviço do homem. Mas quando estas leis, costumes e virtudes começam a entristecer e matar o homem já não faz sentido de sua existência. Jesus ousa quebrar as tradições das leis criadas pelos homens. Jesus respondeu aos fariseus relatando: "Nunca lestes o que fez Davi, quando ele teve fome, e seus companheiros também? Ele entrou na casa de Deus, pegou os pães da oferenda, comeu e ainda deu aos seus companheiros esses pães, que só aos sacerdotes era permitido comer". O que responder para o Mestre nesta hora. Se na própria tradição que os fariseus baseiam suas leis, existe respaldo para a quebra das leis! Basta observar atentamente o que os antigos narram na Sagrada Escritura. Não devem ser cegos a ponto de ser autoritário no cumprimenta da lei. Mas é preciso colocar a serviço do outro e permitir que o outro viva com dignidade para servir o Senhor.

O que o homem cria para retaliar o próprio homem não tem valor primordial para Deus. Caso o homem dirigente de uma nação construa algo para favorecer o povo, mesmo que seja leis que protejam os cidadãos, é valido; mas quando cria algo que maltrata e enfraquece a organização do homem, não vale para Deus. As necessidades do homem devem estar acima dos interesses de leis e tradições. Não pode contrariar a vontade popular por capricho ou por interesse. O mundo foi construído para o homem. Não foi o homem pecador que criou o mundo para si e tem o poder de colocar rédeas nos subalternos. Logo um tem que cuidar do outro e não fazer com que o outro cuide de si enquanto coloca-se freio na boca para ser comandado com facilidade.

A ousadia de Jesus submete aos fariseus reflexões para dirimir novas atitudes. Coloca-nos também em xeque: somos abertos para as novas idéias ou continuaremos fechados nas tradições que aniquila? A mensagem foi lançada. Mas tentaremos ser ousado como Jesus. Amém!

---

Claudinei M. de Oliveira

Tenha a Paz de Cristo em seu Coração!

Nenhum comentário:

Postar um comentário