BOM DIA

BEM VINDOS AOS BLOGS DOS

INTERNAUTAS MISSIONÁRIOS

SOMOS CATÓLICOS APOSTÓLICOS ROMANOS, MAS RESPEITAMOS TODAS AS RELIGIÕES. CRISTÃS OU NÃO.

CATEQUESE PELA INTERNET

LEIA, ESCUTE, PRATIQUE E ENSINE.

PESQUISAR NESTE BLOG - DIGITE UMA FRASE DE QUALQUER EVANGELHO

4 de ago de 2011

Um chamado que exige resposta... - Dac. José da Cruz

Evangelho Lucas 5, 1-11

         

Eis aqui um evangelho profundamente vocacional e muito rico em seu significado teológico. Muitas vezes achamos que os vocacionados só podem ser encontrados na nossa igreja, nem sempre isso é verdade e nem sempre certas vocações, principalmente aas religiosas, surgidas na comunidade, são autênticas e perseveram.

A vocação dos primeiros discípulos começa no ambiente de trabalho, não pode haver dicotomia entre Fé e Vida, nem entre Vocação e Vida, o vocacionado não é alguém alienado que é chamado por Deus para viver fora da realidade do mundo, ao contrário, ali ele é colocado para que, assumindo sua vocação, dê testemunho fiel, e o seu anúncio leve as pessoas a conhecerem mesmo quem é Jesus.

Jesus ensinava em cima de uma das barcas, isso é muito significativo pois barca significa igreja, aquela que é portadora da Boa Nova do evangelho. Em seguida algo que todo discípulo missionário deve ter sempre presente: a Lógica do evangelho e do anúncio do Reino, supera  toda e qualquer lógica humana, não adianta querer enquadrar na lógica humana, a ação evangelizadora, os discípulos tinham tentado a noite inteira e nada haviam conseguido na pescaria daquele dia, o texto dá a entender que era de manhã, hora de recolher as redes e apanhar os peixes que haviam nela. Mas, obedientes a palavra de Jesus, os discípulos vão agir de acordo com a nova lógica e a pescaria torna-se abundante.

Pedro é um dos primeiros a descobrir a nova lógica, não está capacitado e nem preparado para a missão, em outras palavras, não é digno de ser discípulo, por ser um pecador, por isso pede para que Jesus se afaste. Mas Jesus o confirma na missão "a partir de agora serás pescador de homens".

Nossos pecados não nos impedem de anunciarmos o evangelho, desde que, a exemplo dos discípulos, sejamos capazes de deixar tudo para o seguir.

Nenhum comentário:

Postar um comentário