BOM DIA

BEM VINDOS AOS BLOGS DOS

INTERNAUTAS MISSIONÁRIOS

SOMOS CATÓLICOS APOSTÓLICOS ROMANOS, MAS RESPEITAMOS TODAS AS RELIGIÕES. CRISTÃS OU NÃO.

CATEQUESE PELA INTERNET

LEIA, ESCUTE, PRATIQUE E ENSINE.

PESQUISAR NESTE BLOG - DIGITE UMA FRASE DE QUALQUER EVANGELHO

Carregando...

14/08/2011

Um tesouro no céu -Missionários Claretianos


Segunda-feira, 15 de agosto de 2011

20ª Semana do Tempo Comum

Santos do Dia: Alfredo de Hildesheim (monge, bispo), Arduíno de Rímini (eremita), Arnulfo de Soissons (monge, bispo), Estanislau Kostka (noviço jesuíta), Libânia de Gênova (virgem), Napoleão de Alexandria (mártir), Roberto de Ottobeuren (abade), Tarcísio de Roma (mártir da Eucaristia).

Primeira leitura: Juízes 2,11-19
O Senhor mandou-lhes juízes; eles, porém, nem aos seus juízes quiseram ouvir.
Salmo responsorial: Salmo 105, 34-37.39-40.43ab e 44 (R. 4a)
Lembrai-vos de nós ó Senhor, segundo o amor para com vosso povo.
Evangelho: Mateus 19, 16-22
Se tu queres ser perfeito, vai, vende tudo o que tens, e terás um tesouro no céu.

O mesmo desejo bate muitas vezes em nosso coração: como eu gostaria de fazer o bem para as pessoas. E aí entram as considerações de ordem social: o que meus amigos e amigas vão dizer? Se esse povo está na miséria é porque não trabalharam bastante; o que eu tenho é fruto do meu esforço e trabalho, etc. Jesus desmascara a falsa segurança em nossas próprias convicções de bondade pessoa.

Fica claro que uma vida um pouco mais radical não combina com e egoísmo e o apego. Jesus nos quer livres e não apegados a bens e critérios que não me deixam viver. O apego aos bens nos divide em relação às outras pessoas, a partilha nos aproxima delas. Os bens materiais são bênção quando partilhados; são maldição e morte quando os retemos para acumulá-los compulsivamente. Para um filho, os bens são dons do Pai para serem compartilhados entre os irmãos.

Acumular esses bens é deixar de ser filho para se tornar escravo deles. E nós nascemos com vocação para a liberdade. Somos filhos de Deus e senhores do mundo, na medida em que exercitamos essa capacidade de partilha e serviço. Quem acumula torna a si mesmo escravo do egoísmo e os irmãos, escravos da miséria.

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário