BOM DIA

BEM VINDOS AOS BLOGS DOS

INTERNAUTAS MISSIONÁRIOS

SOMOS CATÓLICOS APOSTÓLICOS ROMANOS, MAS RESPEITAMOS TODAS AS RELIGIÕES. CRISTÃS OU NÃO.

CATEQUESE PELA INTERNET

LEIA, ESCUTE, PRATIQUE E ENSINE.

PESQUISAR NESTE BLOG - DIGITE UMA FRASE DE QUALQUER EVANGELHO

27 de jan de 2012

“Não tenha medo; apena tenha fé!” – Claudinei M. Oliveira

 

Terça - feira, 31 de Janeiro de 2012

Evangelho:  Mc 5, 21-43

 

            A fé curou tanto a mulher hemorroíssa quanto a menina, filha de Jairo. Bastou ter fé e acreditou na pessoa do Mestre Jesus que a solicitude apareceu. A fé transcende o imaginário real do homem e volta-se diretamente para os céus, onde Deus concede aos filhos ternura e aconchego.

            Mas como ter fé diante de tantas decepções? Como ter fé após gastar todos os recursos financeiros no tratamento da doença, como aconteceu com a mulher? Como ter fé diante da moléstia do dia-a-dia, do desamor, da morte? Como ter fé! Como agarrar na esperança e objetivar positivamente pensamentos que tudo vai dar certo?  Como vencer a falta de fé? Como?

            Jesus provou para a humanidade que é possível ter fé em tamanho elevado a partir da missão e do comprometimento com a vida e com os irmãos. Quanto mais Jesus era açoitado, quanto mais era colocado em dúvida seus projetos, mais Jesus assumia a fé, trabalhava e discursava mais. Ele colocou a disposição de todos os irmãos com serenidade e não mediu esforços para atender a todos. Às vezes, era assediado demasiadamente, não tinha como atender visualmente, mas a fé era tamanha, tanto naqueles que almejavam alguns serviços como em Jesus,  que tudo dava certo.

            O evangelista Marcos  motiva sua comunidade a partir da fé dos desesperados. Eleva para a comunidade a tonalidade de ir ao encontro daquilo que almeja. Não esperar que tudo aconteça sem dar o primeiro passo. É preciso caminhar retamente  nas trilhas do amor e não dar ouvidos para os que não acreditam. Tanto que quando Jairo chegou a sua casa com Jesus, muitas pessoas comunicaram a morte de sua filha, e pede para não incomodar o Mestre, pois tudo estava consumado. O que Jairo fez, não dispensou Jesus e viu o renascer a vida diante de seus olhos. Jairo e sua esposa tiveram fé para re-viver a menina. Jesus pediu para alimentar a criança, pois estava abatida.

            O alimento que a criança recebeu foi o pão da fé. A morte não pode ser maior do que a vida. A vida deve ser fortalecida na esperança e na Palavra e no pão da Eucaristia. A morte não vence a Eucaristia porque não tem a extensão do Criador. A morte definha a vida aos poucos, como o satanás espera, ele é maldoso e tenta a todo o custo enfraquecer aquele que quer aproximar de Deus. Entretanto, com coragem, força, caminho, luta e fé a morte é vencida. A mulher foi curada da morte que a esperava ao tocar a veste de Jesus. Ela estava impura e não poderia tocar o manto sagrado de Jesus, mas teve coragem e foi avante contra todos os princípios do homem e conseguiu vencer a morte. Não existe maior exemplo de fé e discernimento na pessoa da mulher e do pai desesperado com sua filha enferma.

            Portanto, não tenhas medo, tenha fé, foi a mensagem deixada pelo Mestre Jesus. Como filhos de Deus e co-irmãos de Jesus, temos a obrigação de acreditar e praticar a Santa Palavra que converge em sinais de cura e libertação. Assumamos a co-participação divina e fazemos justiça para não sermos vencidos pela morte. Amém!

Felicidades. Claudinei M. Oliveira.

Nenhum comentário:

Postar um comentário