BOM DIA

BEM VINDOS AOS BLOGS DOS

INTERNAUTAS MISSIONÁRIOS

SOMOS CATÓLICOS APOSTÓLICOS ROMANOS, MAS RESPEITAMOS TODAS AS RELIGIÕES. CRISTÃS OU NÃO.

CATEQUESE PELA INTERNET

LEIA, ESCUTE, PRATIQUE E ENSINE.

PESQUISAR NESTE BLOG - DIGITE UMA FRASE DE QUALQUER EVANGELHO

3 de jan de 2012

Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo! –Alexandre Soledade


03/01/2012

João 1, 29-34

Bom dia!

Ontem falávamos de João Batista e sua fidelidade. Questionávamos também o que virou a nossa própria fé. Dizíamos ontem: "(...) Rezamos terços e rosários, mas acreditamos em espelhos quebrados. Vamos à missa, grupos de oração, mas ainda não nos livramos de ler horóscopos, elefantes nas portas, figas, pés de coelhos... Colocamos terços nos retrovisores, terço esse que nunca rezei ou aprendi a rezar".

Como diríamos aqui em Cuiabá: Então...

Se me declaro católico, cristãos, crentes em Deus, então deveríamos rogar e apresentar as pessoas a quem cremos e só assim poderemos fazer, e convence-las, como João Batista ao dizer: "é esse ai que é O CARA". "(...) Aí está o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo"!

Certa vez pensei que eu exagerava no teor do comentário até que descobri que algumas pessoas falavam bem parecido comigo.

"(...) Investir, com afinco, na animação bíblica da pastoral e em agentes e equipes leva à instituição e à formação continuada dos ministros e ministras da Palavra [...]; com capacitação não apenas bíblica e litúrgica, mas também técnica. Especial atenção merece a homilia que precisa ATUALIZAR A MENSAGEM DA BÍBLIA DE TAL MODO QUE OS FIÉIS SEJAM LEVADOS A DESCOBRIR A PRESENÇA E A EFICÁCIA DA PALAVRA DE DEUS, NO MOMENTO ATUAL DE SUA VIDA". (§97 Doc 94 CNBB – Diretrizes Gerais 2011-2015)

Apesar de nossos defeitos e fraquezas somos, e temos mostrado ao longo de tantos anos, que somos capazes de evangelizar e a ajudar a manter a fé das pessoas vivas. Assim foi comigo e com você e será com nossos filhos se fizermos nosso trabalho direito e não pense que será fácil...

Não! Não será fácil, pois o mundo de hoje cada vez mais se apega em "deuses" que prometem prazer e realização imediata, sem necessidade de fé ou esperar pelo tempo ou esforço pessoal. Uma fé sem igrejas ou templos. Um tempo onde despersonificam a Deus e agora o chamam de "ser"; Hollywood o tornou perverso e vingativo em diversos de seus filmes e quem pensa que isso é coincidência se engana, pois esse mundo tem feito de tudo para abandonarmos a fé, visto que ela incomoda.

Esse mundo que vivemos aos poucos passa a ser descrente e faz campanha que nossos valores religiosos são "quadrados e ultrapassados". Fico a imaginar se não houvesse religião a quantidade de abortos, assassinatos e roubos, pois pode parecer que não, mas a crença que as pessoas tem embutem valores morais importantes em nossa sociedade. Mas se é verdade por que querem acabar com a fé? A resposta é simples: o poder do dinheiro e o do TER...

Vai começar mais uma edição daquele reality show que nos oferece valores "bem interessantes". Nunca vi tanta mulher se beijando na boca em festas e eventos, e se declarar de orientação hetero, como depois de uma edição desse programa. Culpa do programa? Não! Nós é que andamos procurando mais os lobos ao invés do pastor. Lembre-se: "(...) Aí está o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo"!

E como disse ontem: "Deus espera".

"(...) Peçam e vocês receberão; procurem e vocês acharão; batam, e a porta será aberta para vocês. Porque todos aqueles que pedem recebem; aqueles que procuram acham; e a porta será aberta para quem bate. Por acaso algum de vocês, que é pai, será capaz de dar uma pedra ao seu filho, quando ele pede pão? Ou lhe dará uma cobra, quando ele pede um peixe? Vocês, mesmo sendo maus, sabem dar coisas boas aos seus filhos. Quanto mais o Pai de vocês, que está no céu, dará coisas boas aos que lhe pedirem"!(Mateus 7, 7-11)

O que fazer em 2012? Parar de prometer dia 31 e passar a cumprir a partir do primeiro raiar de janeiro

Com todo respeito: JESUS É O CARA! Creia nele!

Um imenso abraço fraterno.

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário