BOM DIA

BEM VINDOS AOS BLOGS DOS

INTERNAUTAS MISSIONÁRIOS

SOMOS CATÓLICOS APOSTÓLICOS ROMANOS, MAS RESPEITAMOS TODAS AS RELIGIÕES. CRISTÃS OU NÃO.

CATEQUESE PELA INTERNET

LEIA, ESCUTE, PRATIQUE E ENSINE.

PESQUISAR NESTE BLOG - DIGITE UMA FRASE DE QUALQUER EVANGELHO

4 de jan de 2012

“QUEM FAZ A VONTADE DE DEUS É MEU IRMÃO, MINHA IRMÃ E MINHA MÃE”.-Olivia Coutinho


 

Dia 24 de Janeiro de 2012

 

Evangelho Mc,3,31-35

 

A exemplo de Maria, nós também devemos estar sempre procurando por Jesus, mas sem  nunca achar que  merecemos algum privilégio!

A humildade, é a condição essencial para nos aproximar de Jesus e nisso temos também Maria como Mestra!  Mesmo sendo escolhida para gerar  o filho de Deus, ela nunca reivindicou privilégio!  Maria sempre compreendeu que mesmo tendo nascido de suas entranhas, Jesus não lhe pertencia, ela sabia, que em obediência ao Pai, seu Filho tinha uma missão a cumprir!

 Maria sempre esteve do lado Jesus, sempre intercedendo a Ele em favor do povo, se tornando a primeira discípula e missionária, uma grande colaboradora na história da salvação!

Vemos sua significante participação no primeiro milagre realizado por Jesus, nas Bodas de Caná: (Jo,2) Maria estava lá e logo que  percebeu a falta de vinho, intercedeu a Jesus  pelos donos da festa. E confiante no poder do Filho, ela disse aos empregados": fazei tudo o que Ele vos disser"! Isso  mais uma vez, comprova a importância de Maria, que continua a nos apontar Jesus e a nos pedir que façamos tudo que Ele nos disser.  

A nossa procura por Jesus, deve ser sempre na condição de discípulo, que encontra no Mestre o caminho que o leva ao Pai!

Somente assim, vamos ser considerados membros de sua família!

É importante que tenhamos sempre o cuidado de não ver em Jesus, um ser humano como nós! Pois, se assim fizermos, corremos o risco de contestar os seus momentos de rigor, e até mesmo os seus ensinamentos, por fazer análises na lógica humana!

Quem de nós seria capaz de colocar o amor aos amigos, no mesmo patamar do amor a família?

De forma abrangente, somente Jesus fez isso! Podemos perceber aí, a grande diferença entre o humano e o Divino.

Jesus era humano e Divino, mas em todas as situações que exigia Dele uma posição, era sempre o seu lado Divino que prevalecia! E Maria, sua Mãe, compreendia tudo!

Podemos perceber isso claramente no evangelho de hoje, quando Jesus, ao ser informado que sua mãe e familiares queriam falar com Ele, Ele não se afastou da multidão para atende-los, não interrompeu o seu compromisso assumido de cuidar daqueles que o Pai lhe enviara!  

Para muitos, pode parecer um desprezo para com a sua família, mas na realidade o que Jesus quis dizer era muito mais profundo, Ele quis  ampliar a sua família, o que certamente alegrou Sua mãe, que O amava e amava o Seu povo!

"Todo aquele que faz a vontade do meu Pai que está no céu, esse é meu irmão, minha irmã e minha mãe"! Com essas palavras, Jesus, não desconsiderou sua Mãe e sim, a elevou, porque ela cumpria a vontade do Pai, colocando-se a disposição de Deus, desde o anuncio de que ela seria a mãe do Salvador!  "Eis aqui a serva do Senhor, faça em mim, segundo a Sua vontade"!

Sempre que deparamos com este evangelho, ficamos centrados na referencia que Jesus  faz, de quem é sua família e não meditamos a mensagem principal do evangelho, que nos convida a fazer a vontade de Deus. Quem for batizado e assim agir, fará parte da família de Jesus!

É bom lembrarmos também, da grande preocupação de Jesus com Maria, manifestada na cruz, quando Ele confiou ao apóstolo João, os cuidados de sua mãe. Isso deixa claro, que Maria, a Mãe de Jesus, não tinha parente mais próximo, do contrário, Jesus não poderia agir assim, devido a lei vigente da época, que Ele observava fielmente. Pela lei, na falta do irmão mais velho, outros filhos ou esposo, deveriam se responsabilizar pelos seus. Portanto, conclui-se, que Maria além de não possuir outros filhos, era também viúva!

E para nossa felicidade, ao dizer ao apostolo João: "Filho eis aí sua Mãe", Jesus nos lançou também nos braços de Maria, oferecendo sua própria  Mãe, como nossa Mãe!

Fazer a vontade de Deus é o único requisito que Jesus nos apresenta para fazermos parte da Sua família!

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário