BOM DIA

BEM VINDOS AOS BLOGS DOS

INTERNAUTAS MISSIONÁRIOS

SOMOS CATÓLICOS APOSTÓLICOS ROMANOS, MAS RESPEITAMOS TODAS AS RELIGIÕES. CRISTÃS OU NÃO.

CATEQUESE PELA INTERNET

LEIA, ESCUTE, PRATIQUE E ENSINE.

PESQUISAR NESTE BLOG - DIGITE UMA FRASE DE QUALQUER EVANGELHO

15 de set de 2011

As minhas palavras não passarão - Sal



Dia: 25 de novembro

Lc 21,29-33

          “O céu e a terra passarão, mas as minhas palavras não passarão.”   Com isso Jesus quis dizer que suas palavras são pra valer. São de verdade verdadeira. Que tudo aquilo que  Ele disse, irá acontecer de verdade. Que Ele não falava de brincadeira, mas sim, para valer mesmo. 
            Muitas das coisas que Jesus predisse que iria nos acontecer, já estão acontecendo. O anti-Cristo, por exemplo,  pode não ser um personagem único, do tipo  Bin Lader, como muita gente pensa. O anti-Cristo é tudo aquilo que repudia a mensagem de Cristo, e no lugar introduz uma mensagem de morte. Cristo nos ensinou a trilhar a paz, a praticar a caridade, e a castidade... Veja o que os jovens estão fazendo! Exatamente o contrário do que Jesus Cristo ensinou. Exatamente o que o Anti-Cristo em uma lavagem cerebral, limpou a mente dos jovens retirando os ensinamentos de Jesus e no seu lugar, semeando ou injetando a violência, a sexualidade apenas para se divertirem entre outras coisas.
            Somente Jesus Cristo tem palavra de verdade eterna, de vida eterna. Jesus não dizia palavras para agradar as pessoas, mas sim, dizia as palavras que as pessoas precisavam ouvir.   Ficamos espantados quando Jesus repreendeu seu amigo Pedro, chamando-o de satanás, por ele não raciocinar de acordo com o Plano de Deus, mas sim de acordo com os valores do mundo.  Por Jesus dizer somente a verdade é que Ele foi morto.
            Qualquer um de nós que, imitando a Cristo somente disser a verdade, corre o risco de ser enquadrado como aquele que está errado. Na sua comunidade, lá no seu prédio, se você é um daqueles que não suporta injustiças, e começar a reclamar do barulho, a denunciar quem deixa o portão aberto, chamar a polícia para o vizinho que transformou o seu apartamento em um bordel, com certeza, coisa boa não irá lhe acontecer. Logo, logo você será chamado de o encrenqueiro, de indesejável, pessoas vão passar por você sem dar bom dia, entre outras represálias mais. Isto porque suas palavras caíram como brasas nas feridas daqueles que não respeitam os direitos dos outros, que acham que podem fazer o que bem entendem, aqueles que são injustos.
            minhas palavras não passarão” . Disse Jesus. E as nossas palavras? Também são assim? Elas não passarão? Quando proferimos palavras são para valer mesmo? Nem sempre. Infelizmente, não! E uma prova disso são os documentos que assinamos para provar que vamos cumprir a nossa palavra a qual nem sempre cumprimos.
            Fazemos uma compra à prestação e assinamos um documento prometendo que vamos pagar fielmente todas as prestações. Depois, gastamos o nosso dinheiro com outras coisas e não assumimos aquele compromisso.  No dia do nosso casamento, assinamos um contrato social na presença de testemunhas da comunidade, no qual prometemos fidelidade um ao outro. Meses depois, ele conhece uma garota mais interessante...  ou ela, se engraça com um jovem no caminho para o trabalho. Ou, o pior, ele começa a beber e com o organismo debilitado, já não é mais o mesmo com a sua linda esposa. Então, seu padre! Eu não posso fazer nada! Será que eu tenho culpa, ou a culpa é dele?  Viu só? É por aí, meu irmão. As nossas palavras precisam ser mais verdadeiras ou para valer, se é que pretendemos imitar a Cristo. Que o nosso sim seja sim de verdade. Que o nosso não seja um não de verdade, sem precisar jurar por Deus ou assinar documentos comprometedores e coisas assim. Sejamos verdadeiros como o Pai é verdadeiro, e isto nos basta. Amém.
Sal.
             

Nenhum comentário:

Postar um comentário