BOM DIA

BEM VINDOS AOS BLOGS DOS

INTERNAUTAS MISSIONÁRIOS

SOMOS CATÓLICOS APOSTÓLICOS ROMANOS, MAS RESPEITAMOS TODAS AS RELIGIÕES. CRISTÃS OU NÃO.

CATEQUESE PELA INTERNET

LEIA, ESCUTE, PRATIQUE E ENSINE.

PESQUISAR NESTE BLOG - DIGITE UMA FRASE DE QUALQUER EVANGELHO

18 de set de 2011

“Conhecemos Jesus de Nazaré?” – Claudinei M. Oliveira


       
Sexta - feira, 23 de Setembro de 2011.

Evangelho  Lc 9, 18-22


            O evangelista Lucas continua insistindo nas reflexões do Santo Evangelho sobre o conhecimento de Jesus. Acreditamos que isto aconteceu porque muitos cristãos de sua comunidade ainda não tinham certeza da mensagem de Jesus. Afinal, ouvir falar de fulano até que ouvimos, mas saber quem realmente ele é, aí é outra questão. Lucas mostrou-se preocupado com o rendimento de seu grupo e provoca o diálogo dos discípulos com o mestre.
           
Quem o povo diz que eu sou? Interpelou Jesus aos discípulos.  Eles responderam:  Alguns dizem que o senhor é João Batista; outros, que é Elias; e outros, que é um dos profetas antigos que ressuscitou. Significa que a pessoa de Jesus ainda é confundida com grandes anunciadores do messias, mas o próprio Jesus ainda é desconhecido. Jesus ainda tentar saber dos discípulos, e vocês quem eu sou? Pedro não perdeu tempo e  respondeu sabiamente: O Messias que Deus enviou. Pedro, sabia realmente que aquele homem que seguia era o Iluminado. Era a confiança que seu amado discípulo tinha, sabia que sua missão era levar dignidade para uma legião de pessoas que necessitavam de ajuda e que Ele era nascido da entranha de uma mulher, mas gerado pela força do Espírito Santo. Ele, Jesus, era o filho encarnado do Deus vivo que se fez homem terreno para sentir a dor dos seus irmãos.
           
Prova disso foi quando Jesus  advertiu seus discípulos ao afirmar que o Filho do Homem terá de sofrer muito. Ele será rejeitado pelos líderes judeus, pelos chefes dos sacerdotes e pelos mestres da Lei. Será morto e, no terceiro dia, será ressuscitado. 
           
            Mesmo sabendo da sentença de morte Jesus continuou sua missão evangelizadora. Mesmo sabendo que seus irmãos romanos, que adoravam o deus imperador romano, não iriam aceitá-lo e o condenaria, levou a proposta avante. A proposta enveredava uma realidade diferente dos homens, pois continha a responsabilidade de criar uma mescla de ajuda e superação das dificuldades. Ou seja, o povo de Deus não deveria permanecer na solidão e na morte.

            Voltemos para os nossos dias de hoje e perguntamos: conhecemos  Jesus de Nazaré? Ou ainda estamos com aquela idéia de que seguimos um profeta ou um messias triunfalista? Vamos perceber esta situação nas nossas ações diárias. Caso absorvermos os ensinamentos do Santo Evangelho e assumimos atitudes cristãs de libertação e fomos ao encontro dos desgarrados de Deus, com certeza estaremos diante do Verdadeiro Jesus – conhecemos verdadeiramente Jesus. Agora se ficarmos esperando que alguma coisa vai acontecer em nossa vida porque Deus vai intervir através de sua vontade e a nossa vida vai mudar, sem ação, infelizmente não conhecemos Jesus. Para mostrarmos conhecedores de Jesus precisamos arregaçar as mangas e investir contra o mal que achaca o homem. Temos que ir ao encontro e não esperarmos que alguém nos encontre para dar uma solução para nossos problemas.

            Olhamos retamente para a cena em que Jesus dialoga com seus discípulos e tentamos encontrar um lugar entre eles. De modo simples e humilde entramos também nesta conversa com o Mestre e façamos perguntas a Ele. Quanto mais perguntarmos, com certeza, mais conhecimentos teremos deste Jesus maravilhoso. Será que temos coragem de sentar no banco da igreja e bater um papo com Jesus? Deixamos a timidez de lado, vamos lá conversar com ele, mas lembre-se: devemos agir para superar o medo de encontrar Jesus. Eu já estou indo, só falta você! Espero lá. Amém!

-- 
Claudinei M. de Oliveira
Tenha a Paz de Cristo em seu Coração!

Nenhum comentário:

Postar um comentário