BOM DIA

BEM VINDOS AOS BLOGS DOS

INTERNAUTAS MISSIONÁRIOS

SOMOS CATÓLICOS APOSTÓLICOS ROMANOS, MAS RESPEITAMOS TODAS AS RELIGIÕES. CRISTÃS OU NÃO.

CATEQUESE PELA INTERNET

LEIA, ESCUTE, PRATIQUE E ENSINE.

PESQUISAR NESTE BLOG - DIGITE UMA FRASE DE QUALQUER EVANGELHO

18 de set de 2011

“Quem é Jesus?” – Claudinei M. Oliveira



       
Quinta - feira, 22 de Setembro de 2011.

Evangelho  Lc 9,7-9


            Podemos iniciar nossa reflexão perguntando: Quem é Jesus?

Depois de dois mil anos de morte do Homem que mudou a forma de pensar no mundo, a indagação ainda continua viva no meio da sociedade perversa e corrompida, afinal quem é este Homem de Nazaré, nascido no seio de uma família pobre, que deu a volta por cima e provoca calar frio quando seu nome é anunciado?

Herodes, um chefe de Estado, famoso Antipas da Galiléia, aquele que mandou servir a cabeça de João Batista numa bandeja à sobrinha numa festa, que não acreditava na ressurreição, ficou furioso com a notícia de que um homem continuava pregando contra seu sistema político e carregava multidões.

A dúvida aumentava quanto à propagação da notícia do Homem milagroso. Uns afirmavam que era o próprio João Batista, em carne e osso, outros afirmavam que era o profeta Elias, outros ainda arriscavam afirmando que era um profeta qualquer.  Neste caso, “ninguém” sabia de nada. Ou seja, “ninguém” conhecia Jesus.

Afinal, como fazer uma bela pregação, curar enfermos, expulsar maus espíritos, libertar o homem oprimido, provocar admiração relevante, e não ser conhecido?! Seria uma catástrofe para o pregador. Ainda mais, antes de Jesus, João Batista era o grande descortinador do Reino, chegava afirmar que depois dele viria o Messias com a missão de fechar suas promessas e suas projeções. Este homem “desconhecido” para os poderosos era o filho de Maria e José. Menino-homem destemido e violento para com as injustiças. Este homem era Jesus.

Na verdade o evangelista Lucas quer nos mostrar que o homem poderoso como Herodes fica atormentado com a possibilidade de ver suas ações serem questionadas. Jamais um homem do poder quer sentir abalado por idéias externas. Sendo uma pessoa que possui o controle da situação, tendo em suas mãos a chave da exploração, ver sua autoridade manchada por um profeta, não cairia bem para seu status. Entretanto, foi isto mesmo que aconteceu. O todo-poderoso ficou amedrontado com as palavras de Jesus. Pois, as palavras de Jesus são verdades que doem por dentro quando  o indivíduo massacra o Outro para aproveitar até o suor alheio. Herodes não perdoava seus subordinados e faziam-nos escravos para manter seus privilégios. E para manter a metodologia da subordinação seus subalternos não poderiam ser esclarecidos das maldades.

Por isso que quando resolvemos assumir a verdadeira mensagem de Cristo, devemos ter a certeza de que não vamos ser bem aceitos pelos opressores. Vamos encontrar dificuldade de revelar a palavra que pode libertar e conduzir nossos irmãos no caminho reto para Deus. A escuridão de nossos irmãos deverá desaparecer para sempre e a claridade deverá tornar instrumento de guia para uma vida de gratuidade e amor para com todos. Este é o nosso papel, difundir na consciência das pessoas que ainda não encontrou Jesus a graça e a misericórdia de um Deus Justo e Fraterno. Nosso Deus não permite que uns tenham montantes de privilégios enquanto a maioria do povo permanece alheio e distante dos privilégios que a vida possa oferecer.

Portanto, não temos como ficar indiferente  diante das palavras do Santo Evangelho. A mensagem leva-nos a vivenciar uma vida de unidade e fraternidade. Se estamos construindo o Reino da Justiça, com certeza, estamos conhecendo nosso Deus, mas se ainda massacramos nossos irmãos com pesados serviços, falta muito para enxergarmos a beleza do nosso Deus libertador. Vamos à luta e que voltemos nossas atenções para o clamor do povo e que podemos nos encher de vontade para ajudar quem precisar. Que assim seja, amém!

-- 
Claudinei M. de Oliveira
Tenha a Paz de Cristo em seu Coração!

Nenhum comentário:

Postar um comentário