BOM DIA

BEM VINDOS AOS BLOGS DOS

INTERNAUTAS MISSIONÁRIOS

SOMOS CATÓLICOS APOSTÓLICOS ROMANOS, MAS RESPEITAMOS TODAS AS RELIGIÕES. CRISTÃS OU NÃO.

CATEQUESE PELA INTERNET

LEIA, ESCUTE, PRATIQUE E ENSINE.

PESQUISAR NESTE BLOG - DIGITE UMA FRASE DE QUALQUER EVANGELHO

16 de set de 2011

“Somos uma grande família” – Claudinei M. Oliveira


       
Terça - feira, 20 de Setembro de 2011.

Evangelho  Lc 8,19-21


            Não há fronteiras para o amor de Deus para com seu povo. Mesmo diante da Cruz, no auge do sofrimento e da agonia, Jesus olha para a multidão é fala: "Minha mãe e meus irmãos são estes: os que ouvem a Palavra de Deus e a põem em prática" Não que Jesus esta  recusando sua mãe que fora vê-lo próximo do julgamento fatal. Mas este Jesus que morreu para libertar o homem do pecado ainda acredita numa sociedade onde a paz e a misericórdia possa viver de mãos dadas.
              
            Somos uma grande família por afinidade e por acreditar na graça de Deus. Mesmo sendo enganados e surrupiados pelos irmãos na terra não deixamos de ser uma família com origem de um mesmo Pai. Agora, a convivência fraternal vai depender da disposição de cada um e do objetivo que almejamos. Se acreditarmos que Cristo Ressuscitou dentre os mortos para deixar seu exemplo de vida para seguirmos, todos devem ser tratados igualmente e amados. Mas se acreditarmos que Cristo veio buscar somente os escolhidos, não adianta ficarmos lutando pela justiça, porque não ouvimos ainda a verdadeira palavra da Unidade. A grande família de Cristo está na prática de sua Palavra que emancipa. Ou seja, livra o homem da maldade, do egoísmo e da corrupção.

            Temos uma proposta sincera de Jesus. Mesmo sabendo que iria ser morto pelos homens do Império romano, por acreditarem que Jesus era farrista e opositor ao seu chefe imperador, Jesus não se calou. Continuou enfrentando a ordem dominante que pregava a exclusão, pregando a inclusão, a família com a mesma mãe e com os mesmos irmãos. Neste caso Jesus não pregava para um grupo fechado, mas para uma comunidade voltada para o bem comum.

            A mãe de Jesus simboliza, neste episódio do Evangelho, a igreja que está acabando de se formar. A mulher é acolhedora que dá espaço para todos os novos filhos – novos cristãos – a fim de fundar uma comunidade viva e cheia de esperança. Este comunidade, mulher, viva e cheia de esperança, deve partilhar dos ensinamentos de Jesus e colocá-los em prática.

            A morte de Jesus não foi em vão. A morte significar uma nova vida plantada numa comunidade de irmãos que vão consumir sua Palavra. A passagem da vida terrena para a vida espiritual com Deus é o convite que Jesus fez para seus irmãos e sua igreja: sejam fiéis com o proposto do Santo Evangelho que um dia fará parte comigo neste Reno que tu mesmo preparaste.

            Convidamos cada um seguidor de Cristo que unamo-nos neste projeto da partilha da Palavra para formar uma família de fé viva nos propósitos de uma comunidade acolhedora e amiga. Amamos este Jesus fraternal e colocamos em nossa vida coisas boas do agrado de Deus. Amém!

-- 
Claudinei M. de Oliveira
Tenha a Paz de Cristo em seu Coração!

Nenhum comentário:

Postar um comentário