BOM DIA

BEM VINDOS AOS BLOGS DOS

INTERNAUTAS MISSIONÁRIOS

SOMOS CATÓLICOS APOSTÓLICOS ROMANOS, MAS RESPEITAMOS TODAS AS RELIGIÕES. CRISTÃS OU NÃO.

CATEQUESE PELA INTERNET

LEIA, ESCUTE, PRATIQUE E ENSINE.

PESQUISAR NESTE BLOG - DIGITE UMA FRASE DE QUALQUER EVANGELHO

2 de set de 2011

“Devemos fazer o bem ou fazer o mal?” – Claudinei M. Oliveira


       
Segunda - Feira, 05 de Setembro de 2011.
Evangelho – Lc  6, 6-11

            O evangelista Lucas dá o tom de Jesus. Mesmo os fariseus e os doutores das Leis querendo pegá-lo para dar uma lição segunda suas tradições, não conseguiram a tal façanha porque Jesus conhecia seus pensamentos e agiu sabiamente.
            Na tradição dos fariseus  não podia fazer cura aos sábados. Este dia era sagrado para o culto a Deus. O descanso era vital, ou seja, nada de fadiga. Descansava o sábado e nos outros dias da semana poderia trabalhar tranquilamente. Isso era lei. Mas Jesus entrou na sinagoga para pregar e os espiões ficaram de olhos. Tudo o vexame era para ver se Jesus curasse um alejado. Mas foram surpreendidos com a intervenção de Jesus ao perguntar para o homem que precisava da cura: o que é que a nossa Lei diz sobre o sábado? O que é permitido fazer nesse dia: o bem ou o mal? Salvar alguém da morte ou deixar morrer?  Atônito, os doutores das Leis e os fariseus ficaram furiosos e planejavam o que fazer contra Jesus. Pois o homem foi curado.
            A resposta foi a altura. Nada deixar para amanha se pode ser feito hoje. Se alguém precisa de ajuda naquele momento, porque esperar a pessoa  passar mais necessidade se pode ajudá-lo a resolver a situação. O bem deve estar acima de tudo. A prestação de serviço ao irmão não pode ser feita noutro momento se a necessidade é naquele instante. Não importa o dia ou a hora, devemos sempre estar atento para ajudar e fazer bem feito.
            Jesus continua nas suas caminhadas desfazendo tudo aquilo que  maltrata o homem. As leis são ótimas quando estão  a serviço do povo, quando atendem com perfeição as necessidades do povo. Mas quando as leis estiverem favorecendo um determinado grupo e excluindo outro não passa de linhas escritas sem sentido para Deus. O mundo precisa de ordem e não de casuísmos interesseiros. Não precisa vigiar alguém se vai cumprir ou não as leis, o que precisa é dar segurança e comodidade para o povo.
            Ao colocar-se de pé diante de Jesus o homem que precisava da cura mostrou prontidão para estar a serviço. Deus quer as pessoas prontas, conhecedoras das necessidades  e atentas para mostrar serviço para o Reino. Ao libertar do enfermo este homem assumiu a postura corajosa do cristão em disponibilizar de seu tempo para levar a boa nova para aqueles que não conhecem.
            A grande lição deixada para os homens das leis e para os fariseus é que o bem deve ser feito com carinho. Levar a crendice para o outro da certeza de que Deus atua em todos os momentos. Colocar a vida em primeiro plano. Entretanto, o mal não pode fazer parte da vida do homem. Tudo aquilo que não  ajuda o outro a estabelecer na dignidade está voltado para o mal. E o mal deve ser banido no meio do homem. Não deve prevalecer para aniquilar o povo humilde da grande comunidade de Deus.
            Portanto, ficais atentos caros leitores nos aproveitadores que usam leis humanas para desgraçar a vida de milhares de homens de bens! São muitas pessoas que não respeitam o outro e ficam vigiando o trabalho daqueles que querem paz, justiça e fraternidade. Não podemos ter medo dessas pessoas. Jesus mostrou-se corajoso e quebrou as tradições, por que não quebraremos os tabus impostos pelos aproveitadores? Sejamos firmes de destemidos. Amém!
-- 
Claudinei M. de Oliveira
Tenha a Paz de Cristo em seu Coração!

Nenhum comentário:

Postar um comentário