BOM DIA

BEM VINDOS AOS BLOGS DOS

INTERNAUTAS MISSIONÁRIOS

SOMOS CATÓLICOS APOSTÓLICOS ROMANOS, MAS RESPEITAMOS TODAS AS RELIGIÕES. CRISTÃS OU NÃO.

CATEQUESE PELA INTERNET

LEIA, ESCUTE, PRATIQUE E ENSINE.

PESQUISAR NESTE BLOG - DIGITE UMA FRASE DE QUALQUER EVANGELHO

11 de set de 2011

“MULHER EIS AÍ O SEU FILHO”!- Olívia Coutinho




15 de Setembro de 20011


Evangelho Jo19,25-27

Hoje, dia de Nossa Senhora das Dores, queremos aprender com Ela a transformar o nosso sofrimento em vitória, nos mantendo  de pé  diante da nossa  cruz!
Há momentos em nossas vidas que sentimos o mundo desabar sobre nós! Volta e meia, somos acometidos por situações que parece nos tirar o chão. 
Quando o sofrimento bate à nossa porta e não encontramos um caminho para sairmos dele, busquemos  um caminho alternativo através do próprio sofrimento, tirando lições para o nosso crescimento.
Geralmente o que faz aumentar o nosso sofrimento é a nossa não aceitação ao que já é fato. Precisamos ter em mente que, se não podemos mudar o que é irreversível, transformemo-lo em trampolim para a nossa ascensão.
Não existe melhor forma para sairmos do sofrimento do que aceitá-lo, o que não significa acomodarmos, entregar os pontos, não fazer nada, ao contrário, é fazer tudo que é preciso ser feito para mudar o que é possível mudar e aceitar o que não tem como mudar.
Quando não aceitamos as nossas cruzes, buscando fugas nos vícios, ou deixando-nos soterrar pelo sofrimento, é sinal de que fechamos o nosso coração e assim, nos tornamos amargos, distanciando  das pessoas, principalmente de Deus, impedindo  a sua ação em nós.
Sabemos que tudo que Deus mais quer, é estar conosco, principalmente nestes momentos difíceis, mas Ele respeita a nossa liberdade, só entra em nossa vida, quando nos abrimos a Ele!
Podemos tirar grande proveito dos nossos momentos de dores, o sofrimento nos ajuda a crescer, a buscarmos novos horizontes! São nestes estágios da vida, que percebemos com maior intensidade o valor da fé, é a fé que nos sustenta nestas nossas difíceis travessias!
O que seria de nós sem a fé?
Uma fé firme, enraizada em Cristo, não nos deixa perecer nos momentos de sofrimento!
Se pela janela principal do nosso coração, já não podemos mais sentir calor dos raios do sol, abramos uma nova janela, de onde certamente, vamos poder apreciar a beleza do raiar de um novo dia!
Para colocarmos tudo isso em nossa vida, espelhemos em Maria, que em todo o seu peregrinar   se manteve de pé, mediante as suas dores,  tomando para si, as dores da humanidade!
O evangelho de hoje nos revela o amor de Deus pela humanidade! Um amor   infinito, que além de nos oferecer seu Filho como nosso Redentor, quis nos presentear com um ELO de ligação entre  o humano com o Divino: a Mãe de Jesus e Mãe nossa!
Maria, ao se entregar a vontade do Pai, se manteve de pé diante da cruz do seu filho Jesus, cruz, que também era  Dela!
Todos nós, temos  um pouco Maria, pois temos Jesus em nós, só não sabemos guardá-Lo para sempre, como Ela o fez desde a primeira hora.
Maria, a mãe do nosso Salvador, foi sem dúvida, a pessoa que mais participou da paixão e morte de Jesus. No seu silencio, Ela ouviu e meditou cada uma de suas palavras ditas na Cruz. E Ele, por sua vez, olhou para a mãe com compaixão! Com profunda dor, Maria  presenciou  à agonia do seu Filho, aos pés da cruz. 
                 Jesus confia sua mãe ao discípulo João e dá-la como mãe. Nesse momento, a maternidade de Maria se estende a todos nós.
Aos pés da Cruz, Maria se faz  a Mãe da Humanidade!
Se algum dia, tudo nos parecer perdido, busquemos na serenidade de Maria, a certeza de que nunca estaremos sozinhos, pois  temos uma mãe amorosa,  que se mantêm presente diante de nossas cruzes e que, como nossa intercessora, leva até seu Filho Jesus, todas as nossas dores!

NOSSA SENHORA DAS DORES, ROGAI POR NÓS!

Olívia Coutinho 

Nenhum comentário:

Postar um comentário