BOM DIA

BEM VINDOS AOS BLOGS DOS

INTERNAUTAS MISSIONÁRIOS

SOMOS CATÓLICOS APOSTÓLICOS ROMANOS, MAS RESPEITAMOS TODAS AS RELIGIÕES. CRISTÃS OU NÃO.

CATEQUESE PELA INTERNET

LEIA, ESCUTE, PRATIQUE E ENSINE.

PESQUISAR NESTE BLOG - DIGITE UMA FRASE DE QUALQUER EVANGELHO

7 de set de 2011

“Justo é aquele que se ajusta ao Plano de Deus” – Maria Regina




                                 Este trecho do Evangelho nos narra a geração humana de Jesus. Através dele nós também podemos meditar sobre a nossa existência humana que tem uma origem, uma história. Na medida em que temos conhecimento da Bíblia nós podemos comprovar, que, em todas as gerações há pessoas boas e pessoas más, há homens e mulheres santos, assim como também há aqueles que não procedem bem. Jesus, como homem, não veio diferentemente de nós outros. Cada um de nós escreve a sua própria história e, aqueles que estão ajustados ao Plano do Pai como Maria e José, contribuem para o soerguimento da humanidade. Por meio de  José Deus cumpriu a promessa que fizera a Davi e o chamou para ser o pai adotivo de Jesus.
                            sabemos que justo é aquele que se ajusta ao Plano de Deus, por isso José é o maior exemplo do homem justo.  José como pessoa humana também teve dúvidas, porém ao receber a mensagem do anjo, ele acatou as ordens do Pai e mesmo sem as evidências que costumamos exigir, confiou e obedeceu. Mesmo contrariando os seus planos pessoais e mudando o rumo de sua vida,  José contribuiu com o Pai no Seu Projeto salvífico acatando as ordens do anjo, mensageiro de Deus. “Não tenhas medo”, disse-lhe o anjo e ele confiou plenamente em tudo o que lhe foi revelado.
                        As ordens de Deus também nos chegam através das pessoas que nos orientam, da Palavra que nos instrui, dos pensamentos, das moções e até dos sonhos, por isso, não podemos nos justificar afirmando que não sabemos qual é o Plano de Deus para nós. Tudo nos fala de Deus, portanto, precisamos com muita atenção, sondar os pensamentos que o Espírito Santo nos revela a fim pôr em prática a vontade do Pai para a nossa vida, e assim, nos tornarmos justos, como  José. Reflitamos – Será que têm acontecido na sua vida situações como esta? Para você é difícil ajustar-se a mudanças de plano? – Você acha que o sacrifício de José valeu à pena? Tem valido a pena para você abdicar de algum projeto seu em favor de fazer a vontade de Deus. –O que você tem feito para perceber os sinais que Deus tenta lhe dar através das pessoas e dos acontecimentos?
Amém
Abraço carinhoso
Maria Regina 

Nenhum comentário:

Postar um comentário