BOM DIA

BEM VINDOS AOS BLOGS DOS

INTERNAUTAS MISSIONÁRIOS

SOMOS CATÓLICOS APOSTÓLICOS ROMANOS, MAS RESPEITAMOS TODAS AS RELIGIÕES. CRISTÃS OU NÃO.

CATEQUESE PELA INTERNET

LEIA, ESCUTE, PRATIQUE E ENSINE.

PESQUISAR NESTE BLOG - DIGITE UMA FRASE DE QUALQUER EVANGELHO

22 de fev de 2012

É tempo de reflexão e conversão - Alexandre Soledade




Bom dia!
O que há de diferente na Quaresma? O que deve representar em nós esse tempo tão propício de reflexão e conversão?
Os Judeus, no tempo de Cristo, possuíam diversos métodos de purificação da alma e da expiação dos pecados que ao longo do tempo foram se modificando. No entanto muitos chefes da lei tornavam esse momento um show a parte, uma vitrine de si mesmo.
Jesus chamava a atenção para que isso não se desvirtuasse e que o verdadeiro motivo do costume. O que fazemos da quaresma hoje? Como a tratamos? O sentido de quaresma ainda vive em nossa casa?
“(…) Esses quarenta dias, devem ser um tempo forte de meditação, oração, jejum, esmola (“remédios contra o pecado”). É tempo para se meditar profundamente a Bíblia, especialmente os Evangelhos, a vida dos Santos, viver um pouco de mortificação (cortar um doce, deixar a bebida, cigarro, passeios, churrascos, a TV, alguma diversão, etc.) com a intenção de fortalecer o espírito para que possa vencer as fraquezas da carne”. (Felipe Aquino – Blog Canção Nova)
É importante frisar que viver a quaresma é também sentir na pele o quanto Ele nos faz falta em nossa vida, e não só suprimindo algum tipo de alimento ou gosto. A quaresma só terá valor se ao final acontecer uma tomada de atitude interior.
E as cinzas? Como nossa liturgia é repleta de símbolos, elas também têm um significado.
Ao recebermos esse sinal em nossas testas, a igreja nos lembra que tudo isso que vivemos passará, e um dia voltaremos a ser pó. Que nossas vidas poderiam ser melhor aproveitadas em relação as pessoas e com nós mesmos. Que o tempo e a juventude, hoje desprezados com coisas que pouco ou nada edificam, poderá nos fazer falta um dia.
Andamos muito depressa para agora nos preocuparmos com isso. Nem nosso corpo consegue acompanhar nossos pensamentos. Estou aqui, mas minha cabeça já esta em outro lugar; acordo, tomo banho e minha cabeça já esta no serviço; no trabalho, já estou pensando na hora de buscar os filhos na saída da escola; lendo isso, já estou imaginando o que farei em seguida (…).
Na quaresma somos convidados a diminuir o ritmo para que corpo e mente se encontrem. Entender que em paralelo a isso, caminha o reino de Deus e a renovação da esperança, que esperam por aqueles que, na velocidade certa, consigam vê-lo e apreciá-lo.
“(…) Dizia também: O REINO DE DEUS é como um homem que lança a semente à terra. Dorme, levanta-se, de noite e de dia, e a semente brota E CRESCE, SEM ELE O PERCEBER. Pois a terra por si mesma produz, primeiro a planta, depois a espiga e, por último, o grão abundante na espiga. Quando o fruto amadurece, ele mete-lhe a foice, porque é chegada a colheita”. (Marcos 4, 26-29)
“Convertei-vos e crede no evangelho”!
Boa Quaresma!
Um imenso abraço fraterno!



Nenhum comentário:

Postar um comentário