BOM DIA

BEM VINDOS AOS BLOGS DOS

INTERNAUTAS MISSIONÁRIOS

SOMOS CATÓLICOS APOSTÓLICOS ROMANOS, MAS RESPEITAMOS TODAS AS RELIGIÕES. CRISTÃS OU NÃO.

CATEQUESE PELA INTERNET

LEIA, ESCUTE, PRATIQUE E ENSINE.

PESQUISAR NESTE BLOG - DIGITE UMA FRASE DE QUALQUER EVANGELHO

27 de fev de 2012

“PERDOAR ATÉ SETENTA VEZES SETE”- Olívia Coutinho


     
 
13 de março de 2012
 
Evangelho – Mt 18,21-35
 
 Nesta nossa caminhada  rumo a Páscoa, somos convidados a fazer uma revisão de vida.
Se realmente queremos seguir Jesus, vivendo como ele viveu, precisamos fazer uma mudança radical em nossa vida, fazer uma espécie de poda, retirando tudo que é velho para revestirmos de uma nova roupagem que nos fará  produzir frutos de boa qualidade.   
 O pecado rompe o nosso relacionamento com Deus, mas  Jesus, na sua infinita bondade nos ensina uma forma simples para voltamos ao coração do Pai! Forma, que está explícita na oração do Pai  Nosso! Meditando cada palavra desta oração, que é a mais bela síntese de como se fazer uma prece, podemos perceber que mais do que uma oração, ela é um roteiro seguro do qual podemos extrair profundas lições que nos levará à conversão.  
No evangelho de hoje, Jesus nos fala da importância de perdoarmos uns aos outros.
Ele nos deixa  claro que para recebermos o perdão de Deus,  precisamos  reconciliar com o nosso irmão.
Pedro aproximou-se de Jesus e perguntou: “Senhor, quantas vezes devo perdoar, se meu irmão pecar contra mim? Até sete vezes”? Jesus respondeu taxativamente: “Não te digo até sete vezes, mas até setenta vezes sete”.
Para ficar bem claro, Jesus nos conta a  parábola do servo cruel, que mesmo perdoado pelo rei, não perdoou ao seu devedor e por isso foi duramente castigado. Para concluir o seu ensinamento, Jesus diz: “É assim que meu Pai fará convosco, se cada um não perdoar de coração ao seu irmão”.
A falta de perdão  fecha o nosso coração  à graça de Deus!
Enquanto que a dimensão da alegria do perdão, é infinita, infinita  para ambos os lados! 
Precisamos nos despir de todo nosso orgulho, para vivermos  a alegria do perdão, alegria que reconstrói o que foi quebrado pelo pecado!
 Sabemos que não é fácil reconciliar com quem nos ofendeu, mas se realmente reconhecemos que somos eternos devedores de Deus e que Ele, na sua infinita misericórdia, está sempre pronto  a nos perdoar, com certeza  conseguiremos perdoar  de coração a quem nos ofendeu.
O perdão é uma questão de decisão, de humildade, o osso primeiro passo, é reconciliar com nós mesmo, reconhecer que não somos perfeitos, que somos sujeitos a falhas, que também cometemos injustiças e a partir daí, reconciliarmos com Deus, firmando o compromisso de nos reconciliar em seguida com quem nos ofendeu: MT 6,12
 Somos ofendidos, ou ofendemos o outro, impensadamente, são  momentos de fraquezas, o que não significa que não amamos a pessoa que ofendemos. Geralmente quem  nos magoa, são as pessoas mais próximas de nós, por isto não vale a pena romper laços afetivos, se  podemos superar a dificuldade de perdoar, se recorrermos a ajuda de  Deus.
Às vezes, um mal que alguém nos faz, Deus  reverte num bem para nós!
Jesus nos deixou um grande exemplo de Perdão, quando estava pregado na cruz: “Pai perdoa-lhes! Eles não sabem o que estão fazendo”. Lc 23,34.
Quando sentirmos dificuldades em perdoar alguém, lembremo-nos deste grande exemplo de Jesus!
                  Não podemos nos considerar modelos de perfeição, ninguém é infalível, temos qualidade e defeitos por isto todos nós  merecem uma nova chance de ser perdoado.  
Assim como Jesus acolhe o pecador arrependido e esquece todo o seu passado, nós também devemos perdoar e acolher quem nos ofendeu.
 
FIQUE NA PAZ DE JESUS! - Olívia

Nenhum comentário:

Postar um comentário