BOM DIA

BEM VINDOS AOS BLOGS DOS

INTERNAUTAS MISSIONÁRIOS

SOMOS CATÓLICOS APOSTÓLICOS ROMANOS, MAS RESPEITAMOS TODAS AS RELIGIÕES. CRISTÃS OU NÃO.

CATEQUESE PELA INTERNET

LEIA, ESCUTE, PRATIQUE E ENSINE.

PESQUISAR NESTE BLOG - DIGITE UMA FRASE DE QUALQUER EVANGELHO

17 de fev de 2012

Tome sua cruz...-Alexandre Soledade





Bom dia!
É importante ler a primeira leitura para refletirmos o evangelho de hoje
“(…) o Senhor os dispersou daquele lugar por toda a superfície da terra, e eles cessaram de construir a cidade. Por isso, foi chamada Babel, porque foi lá que o Senhor confundiu a linguagem de todo o mundo, e de lá dispersou os homens por toda a terra“. (Gênesis 11, 8-9)
Em Babel, Deus interveio diretamente sobre o sonho ambicioso e descontrolado do homem que edificava sobre sua inteligência e conhecimento o seu poder. Nessa profunda narrativa o povo judeu via e acreditava que seu Deus não os havia abandonado e acatava, de certa forma, a vontade de Dele em confundir os tais sábios.
Difícil não tentar imaginar também a “pulga atrás da orelha” sobre eles: Deus estaria punindo a desobediência mais uma vez ou havia um plano futuro? O salmista deixa sua opinião sobre o assunto dizendo:“(…) O SENHOR DESFAZ OS PLANOS DAS NAÇÕES E OS PROJETOS QUE OS POVOS SE PROPÕEM. MAS OS DESÍGNIOS DO SENHOR SÃO PARA SEMPRE, E OS PENSAMENTOS QUE ELE TRAZ NO CORAÇÃO, DE GERAÇÃO EM GERAÇÃO, VÃO PERDURAR”. (Salmo 32)
E o evangelho? É como se Jesus dissesse: Você acredita ou não? Se não acredita corre agora! Repare algo: no evangelho de amanhã Ele se transfigura na presença de Pedro, João e Tiago e cumpria-se assim o que havia dito “estão aqui algumas pessoas que não morrerão antes de verem o Reino de Deus chegar com poder” (evangelho de sábado). Jesus se revelava por inteiro através da transfiguração.
Jesus tem promessas a serem cumpridas com aqueles que acreditam, portanto fique! Acredite! Deus confundiu os “sábios” em Babel e se torna simples e compreendido novamente através da vinda de Jesus e da fé daqueles que ainda crêem.
“(…) Com efeito, não me envergonho do Evangelho, pois ele é uma força vinda de Deus para a salvação de todo o que crê, ao judeu em primeiro lugar e depois ao grego. Porque nele se revela a justiça de Deus, que se obtém pela fé e conduz à fé, como está escrito: O justo viverá pela fé (Hab 2,4)”. (Romanos 1,16-17)
O passado foi enterrado sobre as pedras que desmoronaram em Babel e definitivamente soterrados através da mensagem, vida e morte de Jesus Cristo, portanto livres da morte Deus não tem mais intervindo para gerar a dúvida e sim a solução, sendo assim todos aqueles que hoje passam por dificuldades, onde as soluções parecem como as pessoas que restaram de Babel, ou seja, confusas, Deus se revela como um profundo sinal de lucidez em meio ao tormento.
Muitos ainda dizem que “carregam suas cruzes” no entanto, carregar a cruz não é lembrar ou viver sofrendo, é testemunhar a promessa se concretizando ainda hoje. É atestar que a morte do cordeiro não foi em vão! É dizer que, apesar do sofrimento, da tempestade, (…) o brilho da vitória é ainda maior. Carregar a cruz é não ter vergonha de dizer que é católico, que é casado, que ama sua família, que vai a missa, que participa da comunidade, que devolve o dízimo, que se benze ao levantar, que reza o terço todo dia, que acredita na virgindade, na fidelidade conjugal, que lê a bíblia, (…) é não ter vergonha de falar para seus amigos que você não vai “festar”, mas que vai trocar o barulho por um retiro de carnaval; que vai pro Vinde e Vede rezar; é dizer que prefere ler um bom livro a ver novela ou nádegas no Big Brother; é não ter medo de jejuar, se confessar e por fim ter coragem de dizer “Deus te abençoe” ou “Vá com Deus” a quem convive conosco.
 “(…) Presta atenção às minhas palavras, aplica teu coração à minha doutrina, porque é agradável que as guardes dentro de teu coração e que elas permaneçam, todas, presentes em teus lábios”. (Provérbios 22, 17-18)
Um imenso abraço fraterno! Bom fim de semana!



Nenhum comentário:

Postar um comentário