BOM DIA

BEM VINDOS AOS BLOGS DOS

INTERNAUTAS MISSIONÁRIOS

SOMOS CATÓLICOS APOSTÓLICOS ROMANOS, MAS RESPEITAMOS TODAS AS RELIGIÕES. CRISTÃS OU NÃO.

CATEQUESE PELA INTERNET

LEIA, ESCUTE, PRATIQUE E ENSINE.

PESQUISAR NESTE BLOG - DIGITE UMA FRASE DE QUALQUER EVANGELHO

20 de fev de 2012

Teu Pai, que vê o que está oculto, te dará a recompensa - Missionários Claretianos


Quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012

Quarta Feira de Cinzas – Início da Quaresma

Santos do Dia:
Cátedra de São Pedro (Festa). Abílio de Alexandria (bispo), Aristeu de Salamis (mártir), Atanásio de Nicomédia (abade), Margarida de Cortona (franciscana terciária), Maximiano de Ravena (bispo), Papias de Hierápolis (bispo), Pascásio de Viena (bispo), Rainério de Beaulieu (monge), Talássio e Lineu (eremitas).

Primeira leitura: 
Joel 2,12-18.
Rasgai o vosso coração e não as vossas vestes. 
Salmo responsorial: 50,3-6.12-14.17.
Piedade,ó Senhor, tende piedade, pois pecamos contra vós.
Segunda leitura: 2Coríntios 5,20-6,2.
Reconciliai-vos com Deus. Eis agora o tempo favorável.
Evangelho: Mateus 6,1-6, 16-18.
Teu Pai, que vê o que está oculto, te dará a recompensa.

Começamos o tempo de Quaresma. Em alguns templos católicos talvez se faça longas filas para a imposição da cinza. Talvez para muitas pessoas seja a única ocasião de participar de uma cerimônia ou de um ato religioso, que pode durar pouco tempo e não passar de um gesto.

Para outros pode ser um motivo de superstição ou de costume tradicional de família ou de ambiente social. E para você, o que significa esse gesto das cinzas? Vejamos o que diz a Palavra de Deus: Parece que para Jesus, segundo o evangelho de Mateus, os sinais externos não tem nenhum sentido se não nascem do coração, de uma “reta intenção”, de uma autêntica atitude de conversão, de um compromisso real com o Reino de Deus.

A esmola, a oração e o jejum devem estar intimamente conectados com um compromisso de vida que contribua para transformar o ambiente em que vivemos. A solidariedade, a justiça, a honradez e o trabalho em favor da paz são expressão de uma autêntica conversão que nasce do profundo do ser humano. Em todo caso, tradicionalmente foi considerado, dentro do ano litúrgico, um “tempo forte”, junto com o Advento e o tempo pascal. Um tempo com sua peculiaridade própria, seu sentido de preparação da Páscoa, centro do ano litúrgico.

Nenhum comentário:

Postar um comentário