BOM DIA

BEM VINDOS AOS BLOGS DOS

INTERNAUTAS MISSIONÁRIOS

SOMOS CATÓLICOS APOSTÓLICOS ROMANOS, MAS RESPEITAMOS TODAS AS RELIGIÕES. CRISTÃS OU NÃO.

CATEQUESE PELA INTERNET

LEIA, ESCUTE, PRATIQUE E ENSINE.

PESQUISAR NESTE BLOG - DIGITE UMA FRASE DE QUALQUER EVANGELHO

27 de fev de 2012

José fez conforme o anjo do Senhor havia mandado - Sal



Dia 19 de março


 José, ao tomar conhecimento da gravidez de ária, ficou furioso! Revoltado, decepcionado, para não dizer outra coisa...E como era um homem correto, não querendo difamá-la, resolveu rejeitá-la secretamente.
        A reação de José não seria diferente de qualquer um jovem de hoje que  soubesse que a sua namorada estivesse grávida.  Reservo a ele todo direito de ficar  revoltado e cheio de raiva. Porém,  eis que um anjo do Senhor lhe apareceu em sonhos e lhe disse: José, filho de Davi, não temas receber Maria por esposa, pois o que nela foi concebido vem do Espírito Santo.
        Após a conversa do Anjo do Senhor com José, esse passa a aceitar o Mistério da Encarnação com toda a sua boa vontade, de ser o pai adotivo de Nosso Senhor Jesus Cristo.
         Os relatos evangélicos entendem a conceição virginal como uma obra divina que ultrapassa toda compreensão e toda possibilidade humanas: O que foi gerado nela vem do Espírito Santo, diz o anjo a José acerca de Maria, sua noiva (Mt 1,20). A Igreja vê aí o cumprimento da promessa divina dada pelo profeta Isaias: "Eis que a virgem vai conceber e dar à luz um filho" (Is 7,14. É a revelação, em Jesus Cristo, da misericórdia de Deus para com os pecadores. O anjo anuncia a José: Tu chamarás com o nome de Jesus, pois ele salvará seu povo de seus pecados (Mt 1,21).
         O anjo anunciou aos pastores o nascimento de Jesus como o do Messias prometido a Israel: "Hoje, na cidade de Davi, nasceu-vos um Salvador que é o Cristo Senhor" (Lc 2,11). Desde o inicio Ele é "aquele que o Pai consagrou e enviou ao mundo" (Jo 10,36), concebido como "Santo" no seio virginal de Maria. José foi chamado por Deus "a receber Maria, sua mulher", grávida "daquele que foi gerado nela pelo Espírito Santo" (Mt 1,21), para que Jesus, "que se chama Cristo", nascesse da esposa de José na descendência messiânica de Davi (Mt 1,16).
         Então, José foi o guardião de Jesus, seu pai adotivo com toda boa vontade, colaborou com o Plano de Deus, mas não teve nada a ver com a fecundação física do Menino Jesus. E esse Menino de Deus foi submisso a José, e até aprendeu com ele a sua profissão de carpinteiro.
         É tempo de Advento, e as leituras nos colocam naquele clima de expectativa, através dos acontecimentos que anteciparam a chegada de Jesus Menino. Hoje também, vamo-nos colocando neste clima de expectativa da chegada de Cristo em nossa pessoa, em nossa alma. Através de uma conversão que deve acontecer a cada dia, através da reconciliação com nossos irmãos, e da reconciliação com Deus.

Sal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário