BOM DIA

BEM VINDOS AOS BLOGS DOS

INTERNAUTAS MISSIONÁRIOS

SOMOS CATÓLICOS APOSTÓLICOS ROMANOS, MAS RESPEITAMOS TODAS AS RELIGIÕES. CRISTÃS OU NÃO.

CATEQUESE PELA INTERNET

LEIA, ESCUTE, PRATIQUE E ENSINE.

PESQUISAR NESTE BLOG - DIGITE UMA FRASE DE QUALQUER EVANGELHO

21 de mar de 2011

ANALISAR

Alexandre Soledade

 

Bom dia!

Algo nele me lembrou um trecho de uma canção diz assim: "Se minha carreira eu não completar, DE QUE VALE MINHA FÉ TANTO GUARDAR". Como não conflitar com "Ele será generoso, e AS BÊNÇÃOS que ele LHES DARÁ SERÃO TANTAS, QUE VOCÊS NÃO PODERÃO SEGURÁ-LAS EM SUAS MÃOS". Se não conseguiremos guardá-las porque então não dá-las?

Geralmente as coisas boas ofertamos apenas a aqueles que gostamos e escolhemos tornando assim o evangelho de hoje um grande desafio para cada um de nós. Existem várias promessas nele, mas que carecem de um grande amadurecimento pessoal. Estamos na quaresma, o tempo é esse!

No entanto, é importante separar e salientar que: A mudança de atitude não pode ser encarada como uma troca ou permuta (o Senhor faz isso e eu faço isso) e sim como consequência. Se passarmos a fazer as coisas aos outros somente para recebermos algo em troca, de que vale o gesto?

Reafirmando… Jesus apresenta, na verdade, uma proposta de MUDANÇA DE VIDA e não uma solução mágica. Ele apresenta também os frutos dela. Muitas dessas coisas que Ele nos oferece "chocam" com o nosso jeito egoísta de ser e se comportar, ou será que nos imaginamos hoje perdoando quem nos ofendeu ou se calando (evitando fofocas) a respeito de quem nos difama, critica, ataca? Ainda não! Se nos batem, queremos partir pra cima; se nos ofendem procuramos sempre algo ainda maior que nos faça vencedor… (hunf)

Marcos, em um trecho de sua narrativa (Marcos 4, 26-27), apresenta o reino de Deus como a semente que cresce e nós nem a percebemos. Ao mudar minha forma de pensar ou responder as agressões que recebo, SEM PERCEBER, começo a permitir que o reino de Deus cresça dentro de mim diferentemente daqueles que buscam aos bons atos ou caridade como forma autopromoção.

"(…) Enquanto isso, os homens se tinham reunido aos milhares em torno de Jesus, de modo que se atropelavam uns aos outros. Jesus começou a dizer a seus discípulos: GUARDAI-VOS DO FERMENTO DOS FARISEUS, QUE É A HIPOCRISIA. Porque não há nada oculto que não venha a descobrir-se, e nada há escondido que não venha a ser conhecido. Pois o que dissestes às escuras será dito à luz; e o que falastes ao ouvido, nos quartos, será publicado de cima dos telhados". (Lucas 12, 1-3)

Se existe algo que precisa ser policiado em nossas vidas e a língua e o pensamento, pois sobre eles não temos muito controle. Imaginemos que o controle que temos sobre eles é análogo quando, sem querer, chutamos, com o dedinho do pé, a perna mesa ou a mesinha de centro da sala. É difícil não querer xingar, mas é desse controle , no momento de raiva, da dor, da revolta, de que estou falando.

"(…) Não julguem os outros, e Deus não julgará vocês. Não condenem os outros, e Deus não condenará vocês. Perdoem os outros, e Deus perdoará vocês. Dêem aos outros, e Deus dará a vocês".

Sim, a proposta é desafiadora, mas deve começar no reconhecimento, que não nos esforçamos ou empenhamos no limite das forças, portanto, continuemos a tentar…

Quaresma é um tempo de reflexão, oração e se for o caso, arrependimento. Reflitamos hoje com mais atenção o que diz o ato de contrição, trazendo a mente se de fato estamos empenhados a controlar nossos instintos mais primitivos de defesa em prol dos outros.

"Senhor, eu me arrependo sinceramente DE TODO MAL QUE PRATIQUEI E DO BEM QUE DEIXEI DE FAZER. Pecando, eu vos ofendi, meu Deus e sumo bem, digno de ser amado sobre todas as coisas. PROMETO FIRMEMENTE, ajudado com a vossa graça, fazer penitência e fugir às ocasiões de pecar. Senhor, tende piedade de mim, pelos méritos da paixão, morte e ressurreição de Jesus Cristo, nosso Salvador". Amém!

 

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário