BOM DIA

BEM VINDOS AOS BLOGS DOS

INTERNAUTAS MISSIONÁRIOS

SOMOS CATÓLICOS APOSTÓLICOS ROMANOS, MAS RESPEITAMOS TODAS AS RELIGIÕES. CRISTÃS OU NÃO.

CATEQUESE PELA INTERNET

LEIA, ESCUTE, PRATIQUE E ENSINE.

PESQUISAR NESTE BLOG - DIGITE UMA FRASE DE QUALQUER EVANGELHO

31 de mar de 2011

Quando ouvimos ao Senhor nos tornamos aptos a vencer todas as barreiras que são próprias da nossa fragilidade humana – Maria Regina.



                                                         Ao responder ao escriba sobre o primeiro de todos os mandamentos, parece assim que Jesus apela para a nossa inteligência e deseja vincular em nós definitivamente a arte de ouvir, de atentar, de encarnar e assumir como parte do nosso ser o mandamento do AMOR. Assim sendo, mais uma vez Ele nos fala: "Ouve, Israel!" É como se Ele dissesse: presta atenção mais uma vez e nunca esqueça; vou falar novamente; ainda não entenderam? Depois, Ele continua esclarecendo: "O Senhor nosso Deus é o único Senhor" e se inclui igual aos homens reconhecendo a Deus como único soberano também da sua vida. Como homem Jesus conheceu a nossa realidade de seres sensíveis e frágeis em vista das nossas próprias limitações.

                                                  Ao mesmo tempo, também como ser humano Jesus nos deu o testemunho de que quando nos apossamos da graça e do poder de Deus, quando O escutamos nós nos tornamos aptos a vencer todas as barreiras que são próprias da nossa fragilidade humana. Ter a Deus como nosso único Senhor faz toda a diferença, pois nos apossamos do Seu poderio e conseguimos assim viver de acordo com o que nos é proposto. Partindo dessa premissa nós poderemos cumprir o primeiro de todos os mandamentos: "Amar a Deus de todo o nosso coração, de toda a nossa alma, de todo o nosso entendimento e com toda a nossa força", e ainda mais, também cumprir com o segundo mandado que Jesus nos aponta: "amarás o teu próximo como a ti mesmo". Corpo, alma e espírito; físico e mente; intuição, consciente, subconsciente, inconsciente… É o homem total tomado pelo amor de Deus vivenciando de dentro para fora, a partir do mais profundo do ser, a Palavra que gera santidade e realização pessoal.

                                      Aprendemos que fomos criados para amar, louvar e servir a Deus acolhendo o Seu amor e assumindo compromisso com o próximo. Portanto, amar a Deus e ao próximo como a nós mesmos , é algo muito natural à essência da nossa alma e se nos abandonarmos conseguiremos ser fiéis à proposta de Jesus. O amor a Deus, a nós próprios  e aos nossos irmãos e irmãs é uma resposta ao amor que já foi gravado em nós desde a eternidade e para sempre. Para demonstrá-lo, o nosso primeiro passo deve ser ouvi-Lo. Aí então, o amor de Deus se expressa de forma concreta no nosso dia a dia e, conscientemente, nós sentiremos as suas manifestações a cada minuto.Meu irmão, minha irmã, vamos refletir:Para você o que é amar a Deus?  Você dá ouvidos à Palavra de Deus?  Você sabe qual é a diferença entre gostar e amar?  Você ama a você mesmo ? O que você deseja ao seu vizinho  é o mesmo que você deseja para você? Você tem dificuldade em aceitar-se a si mesmo ? E aos outros?

Amém

Abraço carinhoso

Maria Regina

Nenhum comentário:

Postar um comentário