BOM DIA

BEM VINDOS AOS BLOGS DOS

INTERNAUTAS MISSIONÁRIOS

SOMOS CATÓLICOS APOSTÓLICOS ROMANOS, MAS RESPEITAMOS TODAS AS RELIGIÕES. CRISTÃS OU NÃO.

CATEQUESE PELA INTERNET

LEIA, ESCUTE, PRATIQUE E ENSINE.

PESQUISAR NESTE BLOG - DIGITE UMA FRASE DE QUALQUER EVANGELHO

1 de fev de 2012

"A comunicação verbal” – Diac. José da Cruz



28 de Fevereiro Terça Feira
Evangelho Mateus 6, 7-15
                                                   

A comunicação verbal é extremamente importante, ela expressa o que pensamos, quem somos e até o que queremos fazer. Para conhecer as pessoas é preciso estabelecer com elas um diálogo, falar e ouvir, vamos sabendo quem são, onde moram, o que pensam, o que fazem na vida e até o que ainda pretendem fazer.Quanto mãos conversamos mais vamos nos tornando íntimos daquela pessoa. Estar perto das pessoas não é suficiente para as conheçamos e elas nos conheçam, sem essa comunicação verbal, é como se elas não existissem.
Por isso não dá para imaginar a vida de um Cristão sem a oração. Muitos pensam que a oração é uma coisa chata e monótona, certas fórmulas repetitivas que até dá sono.Também a nossa conversa com uma pessoa pode ser chata, fútil e sem serventia alguma se eu não tiver com essa pessoa uma relação consistente. Com Deus é a mesma coisa, se a nossa Fé for infantil, ou a nossa relação com Ele for marcada pelo medo, as nossas orações de fato são bem chatas e nos fazem bocejar...O modo como rezamos revela quem somos e quem é Deus em nossa vida...
Conheci um gerente muito famoso, que era tão importante na cidade, que naquele tempo tinha só uma indústria, que se dizia que era Deus no céu e ele na terra. Por duas vezes consegui chegar na temida sala da Gerência, uma grande sala e uma enorme mesa onde atrás dela ficava o Gerente Franzino de corpo mas imponente, Prepotente e muito poderoso. Chegar diante dele em sua sala já era uma grande façanha, era como se a gente estivesse diante de deus, ou de alguma Fada Madrinha que poderia atender ao nosso desejo.
Pois nas duas vezes fiquei decepcionado, enquanto eu falava nervosamente sobre a minha necessidade dentro da empresa, ele de cabeça baixa fazia desenhos em um papel e quando silenciei ele perguntou "Terminou?". E eu dizendo que sim, ouvi a resposta seca, curta e grossa "Isso não posso e nem quero fazer..." A conversa terminou ali, levantei-me e saí, com o sangue fervendo pelo pouco caso do deusinho tão temido pór todos.
Nosso Deus não é assim, ele nos acolhe, ouve a nossa oração, responde-nos com carinho e amor, (precisamos ouvir Deus em nossas orações) conhece todas as nossas necessidades antes mesmo de as manifestarmos e sempre nos atende, (muitas vezes não do jeito que pedimos, mas do jeito dele, que é sempre o mais certo) . Na oração falamos com deus em pé de igualdade, não nos esqueçamos de que Ele é Homem como nós, e compreende as nossas súplicas e “choramingos”. Não nos atende com frieza e indiferença mais está ao nosso lado, caminhando junto passo a passo.
Jesus percebe que a oração dos pagãos era um palavrório sem fim, tem gente que acha que para falar com Deus é preciso fazer um discurso, com as palavras certas para convencê-lo. Uma coisa importante que precisamos saber, nossas orações, mesmo aquelas feitas com muita Fé e desespero, não mudam o modo de pensar e de agir de Deus, ele não age de acordo com a cara do Freguês, então a oração tem como objetivo nos sintonizar com o seu desígnio, na oração Deus se dá a conhecer e se revela cada vez mais...mas não podemos querer manipulá-lo....
Por isso Jesus ensinou aos discípulos o seu jeito de rezar, é a oração de quem chama a Deus de Pai porque vive em seu amor, é a oração de quem sabe reconhece a Santidade do nome de Deus, é a oração de quem só qur fazer a Vontade de Deus. Deus é Pão, é alimento, é o amor que perdoa generosamente, por isso a relação de quem crê e reza assim, deve ser um reflexo de quem é Deus, Ele é Amor e Perdão, sua imagem viva está em nós e por isso só o refletimos ao próximo quando vivemos neste amor.
Enfim, no Pai Nosso afirmamos nossa decisão de viver em comunhão profunda com Deus e os irmãos, tendo sempre por base o amor e o perdão, é a oração da igualdade porque o chamamos de Pai, reconhecendo que somos todos irmãos. É a oração onde fazemos um trato com Deus, Ele nos dá o seu Reino e nós nos comprometemos em fazer este reino acontecer em nossas relações fraternas com todos os homens..


Nenhum comentário:

Postar um comentário