BOM DIA

BEM VINDOS AOS BLOGS DOS

INTERNAUTAS MISSIONÁRIOS

SOMOS CATÓLICOS APOSTÓLICOS ROMANOS, MAS RESPEITAMOS TODAS AS RELIGIÕES. CRISTÃS OU NÃO.

CATEQUESE PELA INTERNET

LEIA, ESCUTE, PRATIQUE E ENSINE.

PESQUISAR NESTE BLOG - DIGITE UMA FRASE DE QUALQUER EVANGELHO

Carregando...

25/03/2012

“ Não somos deste mundo, mas, podemos viver neste mundo com a mentalidade do alto como Jesus vivia.” - Maria Regina



Terça  

                                     Só quem nos pode tirar da morte do pecado é Jesus Cristo, Aquele que veio em nome do Pai para revelar ao mundo a Sua misericórdia. Por isso, Jesus mesmo foi quem falou: “morrereis nos vossos pecados, se não acreditas que eu sou! ” Morrer no pecado é desconhecer e rejeitar a salvação de Jesus. Os fariseus não entendiam nada do que Jesus falava porque não combinava com os seus interesses e o seu modo de pensar. Naquele tempo muitos não acreditaram em Jesus. Por isso Ele falou que seria elevado na Cruz, assim como Moisés elevou a serpente no deserto, e só assim acreditariam Nele.
                             A mentalidade do mundo é diferente do modo de pensar de Deus. A intimidade com o Pai fazia com que Jesus vivesse o que o Pai vivia. Hoje também há muitos que precisam de provas para manter a fé e perdem tempo na incredulidade esperando que algo mais aconteça e, por isso, não assumem o senhorio de Jesus, o Verdadeiro Salvador da humanidade. Nós também não somos deste mundo, mas, podemos viver neste mundo com a mentalidade do alto como Jesus vivia. O primeiro passo é a Fé. Fé em Jesus Cristo que já foi elevado, que já ressuscitou e já nos deu vida nova, vida em abundancia: agora é esperar e confiar. – Você também precisa de mais provas para crer que Jesus é o Senhor? – O que significa para você o Sinal da Cruz? – A salvação de Jesus tem causado efeito na sua vida? – – Para você o que significa viver na terra com os olhos voltados para o alto? – Em que momento aqui na terra você sente o clima de céu? – Você consegue explicar a alguém, isto?
Amém
Abraço carinhoso

Maria Regina 

Nenhum comentário:

Postar um comentário