BOM DIA

BEM VINDOS AOS BLOGS DOS

INTERNAUTAS MISSIONÁRIOS

SOMOS CATÓLICOS APOSTÓLICOS ROMANOS, MAS RESPEITAMOS TODAS AS RELIGIÕES. CRISTÃS OU NÃO.

CATEQUESE PELA INTERNET

LEIA, ESCUTE, PRATIQUE E ENSINE.

PESQUISAR NESTE BLOG - DIGITE UMA FRASE DE QUALQUER EVANGELHO

18 de mar de 2012

“Ninguém falou como Ele” – Claudinei M. Oliveira





Sábado, 24 de março de 2012
EvangelhoJo 7,40-53
            Por onde Jesus passava provocava furou, alegria, confusão, desconfiança e todo tipo de sentimentos. Claro que sua palavra colocava em evidência os detentores do poder. Mas Jesus não calava mesmo sendo acusado.
            Jesus estava prestes a ser preso pelos judeus. Mesmo com ordem de levá-lo para o Sinédrio, os soldados não tinham coragem de colocar as mãos. Não que tinha medo de sujar as mãos, mas temia sua palavra. Jesus falava claramente e com firmeza nas argüições, ver expressar tanta certeza, amedrontava muitos que estavam em dúvidas quanto a prática do Mestre.
            Ao mesmo tempo alguns duvidavam que de Nazaré saísse alguma coisa boa, afinal, naquela região pobre e sem vocação de pessoas instruídas, não teria como aparecer alguém com os traços do Messias.  Lego engano! Foi mesmo da região de Nazaré pobre  que nasceu o grande Homem com proposta de libertação dos oprimidos.
            Mas como saber se Ele era realmente o Filho de Deus? Como saber que em  Nazaré pudesse gerar o grande profeta anunciador e revitalizador da fé?
            Na verdade era difícil porque as idéias sobrepostas sobre o povo discorriam de incursões de obediências. Na consciência do povo era levada uma cultura de leis criadas para atender os privilégios de poucos. Este era cegado pelo poder. Não podia enxergar o Messias na sua plenitude. Sobrava para o povo o simulacro de uma vida falsa em tendências de superação a partir da pregação dos sacerdotes do Templo.
            Como os judeus muitos ainda hoje usam a palavra de Deus para resguardar seus privilégios. São os aproveitadores da simplicidade do povo. Falam bonito, encantam a platéia e prometem milagres ultra-misteriosos. Inserem na consciência acionária do povo doutrinas que aniquilam o discernimento perspicaz daquele que passa adorar pela sua postura. Para tanto, não deve enganar os pequenos usando ensinamentos fingidos. Os ensinamentos de Jesus foram capazes de desvelar uma realidade percussora de vida, no respeito e no amor ao próximo.  Portanto, ao voltar para o povo, não o tropece, mas seja solidário para a construção do grande Reino.
            Todavia, a palavra de Deus deve ser contemplada na integralidade com efeito da superação  de qualquer vestígios de interesse pessoal. Não pode acalorar ensinamentos  sagrados para proveito próprio. Os ensinamentos Sagrados têm na essência a dignidade do homem frente ao homem. Cada pessoa é um ser sagrado para Deus que merece sua atenção.
            Portanto, falar como Jesus falou requer entrega total ao Reino, requer solicitude e amor ao próximo. Como diz o salmista “Senhor meu Deus, em vós procuro o meu refúgio”.  Somente na entrega total do refúgio  do  Senhor é que pode falar como seu filho falou tão bem. Pergunto: estás disponível a falar como Jesus falou mesmo correndo risco de vida? Somente você poderá responder. Amém!
            Confie no Senhor. Claudinei M. Oliveira.

Nenhum comentário:

Postar um comentário