BOM DIA

BEM VINDOS AOS BLOGS DOS

INTERNAUTAS MISSIONÁRIOS

SOMOS CATÓLICOS APOSTÓLICOS ROMANOS, MAS RESPEITAMOS TODAS AS RELIGIÕES. CRISTÃS OU NÃO.

CATEQUESE PELA INTERNET

LEIA, ESCUTE, PRATIQUE E ENSINE.

PESQUISAR NESTE BLOG - DIGITE UMA FRASE DE QUALQUER EVANGELHO

27 de mar de 2012

Preparar-se para a Páscoa - Sal


O sentido da páscoa
Para o mundo de hoje, para a maioria das pessoas, a palavra Páscoa lembra apenas ovos de chocolate, um bom descanso na sexta-feira santa, e, quando muito, um almoço em família no domingo. Isso porque o comércio transformou a festa da ressurreição de Jesus, em uma oportunidade de se ganhar dinheiro.
O significado original da palavra Páscoa era a passagem do Mar Vermelho, a libertação da escravidão do povo de Deus. Depois de Cristo a Páscoa passou a significar a passagem da morte para a vida, com a sua ressurreição.
Para nós hoje, a Páscoa também significa a passagem da morte para a vida. A passagem do pecado para a vida da graça, ou o estado de graça.
Sendo assim, que tal agora se preparar para fazer uma boa e santa confissão? Preparar-se para voltar a vida, preparar-se para ressuscitar com Cristo?
Esta preparação deve começar pela verificação de nosso interior, e consiste em fazer um EXAME DE NOSSA COSCIÊNCIA para avaliar os danos causados à nossa alma pelos nossos pecados cometidos. Dessa forma, façamos uma observação à luz dos ensinamentos de Cristo, sobre os seguintes itens:
Ódio – Eu tenho tido ódio das pessoas? Tenho tido vontade de me vingar das injustiças que me fazem? Fico geralmente com raiva daqueles que me incomodam, me contrariam, me fazem qualquer tipo de mal?
Inveja – Tenho tido inveja da beleza de outra pessoa? Da sua riqueza? Do seu emprego, do seu salário, da sua posição social, da sua sabedoria que é maior do que a minha? Do seu jeito de ser descontraída, alegre, extrovertida? Etc?
Gula – Tenho comido mais do que o meu organismo necessita? Não vejo a hora de sentar-me à mesa e bater um bom prato? Eu como para viver ou vivo para comer? Lembre-se que “Nem só de pão vive o homem e a mulher” . Mas da palavra de Deus...
Maledicência – Eu vivo fofocando, falando mal dos outros, com a desculpa de que estou zelando pelo bem da comunidade? Eu sou daqueles que ao perceber que alguém é mais talentoso de que eu, fico colocando defeito nele?
Mentira – Tenho mentido? As minhas mentiras têm prejudicado alguma pessoa? Não tenho combatido o meu hábito de mentir? Uma dica: se você é um mentiroso(a), escreva romances, dramas e aventuras. Experimente. Pois você é bom em inventar estórias!
Egoísmo – Tenho sido egoísta? Eu só penso em mim? Só defendo os meus direitos? É sempre eu, nada mais do que eu? Tudo por mim, nada fora de mim, nada contra mim? Não tenho pensado nos outros? Em suas necessidades? Não tenho o bom hábito de ouvir o que o outro tem a dizer? Falo em cima delas? Quero sempre mostrar que eu tenho a razão, que só eu estou certo? Etc.
Orgulho – eu sou daqueles que anda com o nariz para cima, não ligo para ninguém, e acho que eu sou o tal, que sou melhor que todos, que nunca vou precisar de nenhum deles, sempre acho que eu sou o máximo? Com o meu orgulho tenho humilhado as pessoas? Tenho ofendido as pessoas, magoando-as com o meu orgulho? Tenho faltado com a caridade desde o trato com as pessoas até o ato de ajudá-las? Tenho me compadecido do sofrimento dos outros? Tenho dado esmola? (cuidado com esse item! Lembre-se: Tive fome e não me destes de comer...)
Vaidade – Olhando o dicionário, podemos ver quea vaidade (chamada também de orgulho ousoberba) é o desejo de atrair a admiração das outras pessoas, e para tal se enfeitam, se embelezam ou se arrumam de forma exagerada, criando uma bela imagem pessoal para se exibir ou se mostrar aos outros, com o objetivo de ser admirada.
Uma pessoa vaidosa pode ser gananciosa, por querer obter algo valioso, mas é só para causarinveja aos outros. Um ser humano invejoso, por sua vez, identifica com bastante facilidade um ser humano vaidoso, pois os dois vícios se complementam, e um é objeto do outro.
Então está aí, porque a vaidade é um pecado, muito embora, dependendo da dosagem ou das circunstâncias,tenha bastante atenuantes, e portanto poderá ser uma pecado venial, ou leve.
Sendo assim, eu me pergunto até que ponto eu tenho sido vaidoso, vaidosa? Até que ponto a minha vaidade tem menosprezado os demais?
Vícios – Eu tenho algum tipo de vício? Ele é exagerado? O meu vício prejudica o próximo de algum modo? Eu tenho combatido o meu vício? Já conversei com o sacerdote sobre o meu vício?
Desregramentos – Tenho sigo exagerada ou exagerado nas coisas que faço? Principalmente no modo de criticar as coisas e as pessoas? Tenho sido desregrado na comida, na bebida? Com os meus desregramentos tenho prejudicado alguém?
Preguiça – A preguiça pode ser considerada uma deficiência nata. Muitos daqueles que estão mendigando agora, são preguiçosos que não se esforçaram para vencer a preguiça para conseguir um lugar ao sol.
Eu sou preguiçoso(a)? Tenho feito alguma coisa para combater a minha preguiça?
Avareza – Eu tenho me apegado excessivamente aos bens materiais e ao dinheiro? Tendo sido ganancioso, juntando dinheiro a qualquer custo, mesmo em prejuízo do próximo? Tenho sido sovino e não tenho me compadecido da necessidade dos meus irmãos pobres?
Sensualidade –Como tem sido o meu comportamento sexual? É normal o tenho algum desvio de conduta? Tenho me demorado em olhar a sensualidade na internet ou em outros meios de comunicações? Com mau o uso da minha sensualidade quantas pessoas já prejudiquei?
Soberba- Tenho sigo arrogante, me sentindo mais importante que os outros? Tenho tido atitude de superioridade sobre as demais pessoas?
Tenho sido orgulhoso, vaidoso? Tenho me vangloriado, fazendo elogios na boca própria?(elogios a mim mesmo) Tenho desprezado alguma pessoa por não tão importante quanto ou como a mim?
Impaciência - O ser ativo, trabalhador, ligeiro, são virtudes bem quista aos olhos de Deus. Porém, não ser paciente diante das pessoas moles, lerdas, vagarosas, minuciosas, pode ser um pecado.
Eu tenho agido assim? Tenho sido exageradamente impaciente diante dos meus filhos, dos meus pais, dos meus alunos, diante das coisas que demoram para acontecer? Não sei esperar e começo a reclamar? Etc.
E etc. Reveja agora aqueles seus pecados os quais só Deus e você sabem. Arrependa! E agora estará pronto, pronta para a confissão.
Boa Páscoa.
Sal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário