BOM DIA

BEM VINDOS AOS BLOGS DOS

INTERNAUTAS MISSIONÁRIOS

SOMOS CATÓLICOS APOSTÓLICOS ROMANOS, MAS RESPEITAMOS TODAS AS RELIGIÕES. CRISTÃS OU NÃO.

CATEQUESE PELA INTERNET

LEIA, ESCUTE, PRATIQUE E ENSINE.

PESQUISAR NESTE BLOG - DIGITE UMA FRASE DE QUALQUER EVANGELHO

8 de mar de 2012

Vigília Pascal -Sal



07 de abril
Sábado – Vigília Pascal
 Marcos (16, 1-7)
         Ao nascer do sol do primeiro dia da semana, Madalena e Maria mãe de Tiago foram ao túmulo de Jesus para perfumar o corpo de Jesus, segundo o costume e a tradição daquele povo. Enquanto caminhavam conversavam sobre o problema de como iriam rolar a pedra da boca do túmulo, a qual  era bem grande.  Porém, ao se aproximar do local, viram que a pedra já havia sido retirada, já havia sido rolada da boca do túmulo. Do lado, havia um jovem de roupas brancas, um anjo do Senhor, com certeza, que contou para elas o que havia acontecido. Jesus de Nazaré não estava mais ali no lugar dos mortos, pois havia ressuscitado. É! Ele ressuscitou!
         Caro leitor. Talvez você ou alguém inescrupuloso poderia agora estar pensando. A pedra havia sido rolada! Peraí! Jesus precisava mesmo disso? Ele  não era Deus?  Ele precisava retirar a pedra para passar? Por acaso não foi Ele quem andou sobre as águas? Não foi Jesus quem atravessou as paredes do lugar onde os discípulos estavam e entrou no local que estava com todas as portas e janelas bem trancadas? Então? O que foi isso?
         Calma! Vamos entender.  Se a pedra não fosse retirada da boca do túmulo, ninguém iria perceber a ressurreição de Jesus Cristo, pelo menos de imediato como aconteceu. Uma vez que os passantes viam a pedra fora do lugar, logo concluíram: Jesus não está lá dentro. O túmulo está,  portanto, vazio! Ou roubaram o seu corpo, ou... Ele saiu?
         E para confirmar a curiosidade, Jesus deixou de plantão  seu  mensageiro  para avisar, para explicar o ocorrido, para que não houvesse sombra de dúvidas. Pois havia, com sempre haverá alguém que tentado pelo demônio, sempre a questionar. Será? Foi assim mesmo que tudo aconteceu?  O homem era mesmo Deus?
         Caríssimos. A ressurreição de Cristo foi um fato histórico e está registrado nos bons livros de História.  Este acontecimento máximo do mistério da nossa fé, é a garantia da nossa salvação. Jesus realmente ressuscitou e provou isso aparecendo a várias pessoas.  A ressurreição para nós tem de ser a pilastra mestra que sustenta a nossa fé. Pois se não acreditarmos na ressurreição de Jesus, a nossa fé não tem nenhum sentido, nenhum valor. Poderemos até rezar, pregar o Evangelho, mais tudo isso será da boca para fora, pois lá dentro de nós, no nosso subconsciente, permanecerá aquela sombra de duvida sempre espetando a nossa alma que sofre por não crer no Cristo Ressuscitado!
Não seja incrédulo!  Arrependei-vos e crede no Evangelho!

Nenhum comentário:

Postar um comentário