BOM DIA

BEM VINDOS AOS BLOGS DOS

INTERNAUTAS MISSIONÁRIOS

SOMOS CATÓLICOS APOSTÓLICOS ROMANOS, MAS RESPEITAMOS TODAS AS RELIGIÕES. CRISTÃS OU NÃO.

CATEQUESE PELA INTERNET

LEIA, ESCUTE, PRATIQUE E ENSINE.

PESQUISAR NESTE BLOG - DIGITE UMA FRASE DE QUALQUER EVANGELHO

11 de mar de 2012

“Amar a Deus e ao próximo” – Claudinei M. Oliveira




Sexta - feira, 16 de março de 2012
Evangelho: Mc 12,28-34

            Quer provar o maior amor de Deus para com seu povo quando enviou seu Filho único para ser morto pelos homens poderosos na intenção de construir um Reino de Justiça! Quer prova maior do amor de Deus para com seu povo que vivia explorado e maltratado pelos falsos doutores da Lei e pelos ambiciosos judeus? Caso ainda não entendeu o grandioso amor de Deus para com o próprio homem de uma coisa temos certeza: tem muito que aprender na vida o significado do amor.
Jesus sempre pregava a unidade e o carinho entre as pessoas, tanto que não desfazia de nenhum que o procurava, poderia ser uma prostituta, um cobrador de impostos ou alguém a serviço do rei. Jesus acolhia todos com tenacidade e ajudava a buscar o caminho certo. Mas de repente apareceu um doutor da Lei, conhecedor da prática dos ensinamentos corretos, porém  fazia tudo  de acordo com suas pretensões e perguntou a Jesus qual era o maior mandamento a seguir no caminho certo, Jesus respondeu: É este: "Escute, povo de Israel! O Senhor, nosso Deus, é o único Senhor. Ame o Senhor, seu Deus, com todo o coração, com toda a alma, com toda a mente e com todas as forças." E o segundo mais importante é este: "Ame os outros como você ama a você mesmo." Não existe outro mandamento mais importante do que esses dois”. Claro que os doutor da lei já sabia deste argumento, ele estava querendo pegar Jesus na contradição, mal sabia  que seus pensamentos já eram conhecidos pelo Mestre, como engrandecia de saber resolveu testar Jesus.
Estes mandamentos perpassam tempo e continua contemporâneo. Todos conhecem da lógica e da necessidade do cuidado com o outro. Ter o apreço pelo irmão como tivesse apreço por si. Não querer o mal do outro e nem a morte, como não desejais o seu mal e nem a sua morte. Se quiseres vidas em salvação, também as desejam aos teus irmãos, mas lembre-se que não deve o desejo  sair somente de boca para fora, é preciso que o desejo nasce do coração e perpetue no coração para sempre.
O mandamento do amor para com  Deus, para si e para os irmãos deve estar a serviço da vida. Querer o bem do irmão é preocupar com ele em todas as extensões. É vivenciar na prática o cuidado, ter o carinho e a destreza do comprometimento da solidariedade. Enxergar no outro o Cristo que pede unidade e a paz. Não ter o medo de estender a mão como fez com o bom Samaritano com o andarilho caído ao chão. Se puder levar o irmão à hospedaria e assisti-lo do bem querer da misericórdia, faça de coração com as duas mãos.
Infelizmente damos mais valor e amamos objetos inertes do que a vida de uma pessoa. Basta percebermos um arranhão no carro para desgraçar em pragas para o suposto agressor, amamos mais os bens matérias de coração e esquecemos de nos amarmos e amarmos quem está ao nosso lado. Somos egoísta e perverso, não damos conta da gratuidade do Criador. Acreditamos que viveremos para sempre e não precisamos da ajuda de ninguém. Que pena!
Portanto, não distanciamos do Reino de Deus, aproximamo-nos do Reino com todo carinho, amor e dedicação conosco e com os irmãos. Façamos a vontade do Pai com muito amor. Amém!
            Abraços. Claudinei M.Oliveira
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário