BOM DIA

BEM VINDOS AOS BLOGS DOS

INTERNAUTAS MISSIONÁRIOS

SOMOS CATÓLICOS APOSTÓLICOS ROMANOS, MAS RESPEITAMOS TODAS AS RELIGIÕES. CRISTÃS OU NÃO.

CATEQUESE PELA INTERNET

LEIA, ESCUTE, PRATIQUE E ENSINE.

PESQUISAR NESTE BLOG - DIGITE UMA FRASE DE QUALQUER EVANGELHO

9 de mar de 2012

Jesus, como Elias, não é enviado só aos judeus -- Missionários Claretianos




Segunda-feira, 12 de março de 2012

3ª Semana da Quaresma

Santos do Dia: Bernardo de Carinola (bispo), Egduno e Companheiros (mártires da Nicomédia), Luís Orione (presbítero, fundador), Maximiliano de Roma (mártir), Maximiliano de Tebessa (mártir), Murano McFeredach (abade), Paulo Aureliano (bispo),Pedro da Nicomédia (mártir), Pedro, o Diácono (monge), Serafina de São Giminiano (virgem), Teófanes, o Cronista (abade), Inocêncio I (papa).

Primeira leitura: 2Reis 5, 1-15a.
Havia muitos leprosos em Israel. Contudo, nenhum deles foi curado, mas sim Naamã, o sírio.
Salmo responsorial: 41, 2-3; 43, 3-4.
Minha alma tem sede de Deus, do Deus vivo: e quando verei a face de Deus?
Evangelho: Lucas 4, 24-30.
Jesus, como Elias, não é enviado só aos judeus.

Esta passagem faz parte de um texto mais amplo (Lc 4,16-30). O contexto é o anúncio da missão de Jesus na sinagoga de Nazaré. Jesus declara publicamente que nele a lei e os profetas chegaram à sua plena realização. Nele se cumprem as promessas do senhor. Com Jesus se inaugurou o tempo da libertação e da salvação para o povo.
Jesus denúncia a cegueira dos dirigentes religiosos do povo, a quem custa reconhecer seu messianismo, e anuncia que os pagãos, excluídos e marginalizados, são também destinatários do evangelho.
A proposta do Reino de Deus não tem limites nem fronteiras. Quando se fala hoje em pluralismo religioso, diálogo ecumênico, muitos católicos têm dificuldades em aceitar que a Boa Nova também foi revelada em outras expressões religiosas ou em culturas diferentes da nossa.
Muitos se consideram proprietários e possuidores exclusivos da salvação. Jesus nos desafia a que abramos nosso coração a todas as pessoas de boa vontade e assumamos uma mentalidade pluralista, que tanto nos custa. Nosso mundo necessita de pessoas e comunidades solidárias e dialogantes, capazes de criar ambientes de paz, compreensão e capazes de gerar espaços de saúde em todos os sentidos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário