BOM DIA

BEM VINDOS AOS BLOGS DOS

INTERNAUTAS MISSIONÁRIOS

SOMOS CATÓLICOS APOSTÓLICOS ROMANOS, MAS RESPEITAMOS TODAS AS RELIGIÕES. CRISTÃS OU NÃO.

CATEQUESE PELA INTERNET

LEIA, ESCUTE, PRATIQUE E ENSINE.

PESQUISAR NESTE BLOG - DIGITE UMA FRASE DE QUALQUER EVANGELHO

15 de jun de 2011

O Pai Nosso - Nancy

16/06/2011: 5ª feira

"Pai nosso que estás nos céus" – Nancy 

Mt 6,7-15

            Neste evangelho de hoje, narrado por Mateus, o foco do evangelista é a oração: como nós oramos ao Pai, as palavras usadas, o que pedimos...

            Vejamos irmãos: Como você se dirige ao Pai para elevar as suas orações? Busca muitas palavras? Procura palavras difíceis e rebuscadas para falar com Ele? Faz reverência para entrar em sintonia com Ele, entoando salmos de louvor? Decora algumas orações para ser ouvido melhor por Ele? Usa de simplicidade para se dirigir ao Pai? Ou fala qualquer coisa que lhe vem à cabeça!

            Deus nos quer transparentes porque antes de tudo ele nos conhece inteiramente. Não há necessidade de máscara alguma para nos colocarmos diante do Pai. Ele nos vê por dentro e por fora e, antes mesmo de pedirmos algo, ele já sabe das nossas necessidades.

            Por isso, a oração ensinada pelo próprio Pai é o "Pai Nosso", a oração completa. Ela nos leva a louvar ao Pai, a pedir e receber de acordo com a vontade do Senhor, nos ensina a pedir perdão e a dar o perdão, bem como nos leva a clamar para andarmos nos seus caminhos, ficando livres do mal. Afinal, o que importa é o nosso coração, a nossa vida colocada a serviço dos irmãos.

            Nada mais profundo do que a oração universal, o "PAI NOSSO QUE ESTÀS NOS CÉUS..." oração completa que nos preenche totalmente, e chega ao Pai como um bálsamo suave e precioso.

            Esta mensagem veiculada pela internet é um alerta para que rezemos o PAI NOSSO, conforme Jesus orou e nos ensinou, compenetrados, em ato de contrição e em comunhão verdadeira com ELE. Cada palavra, cada frase traz é um convite para um profundo momento de reflexão. Leiam.   

Será inútil dizer "Pai Nosso" se em minha vida não tomo atitudes como filho de Deus, fechando meu coração ao amor.

Será inútil dizer "que estais nos céus" se os meus valores são representados pelos bens da terra.

Será inútil dizer "santificado seja o vosso nome" se penso apenas em ser cristão por medo, superstição e comodismo.

Será inútil dizer "venha a nós o vosso reino" se acho tão sedutora a vida aqui, cheia de supérfluos e futilidades.

Será inútil dizer "seja feita a vossa vontade aqui na terra como no céu"                   se no fundo desejo mesmo é que todos os meus desejos se realizem.

Será inútil dizer "o pão nosso de cada dia nos daí hoje" se prefiro acumular riquezas, desprezando meus irmãos que passam fome.

Será inútil dizer "perdoai as nossas ofensas" - "assim como nós perdoamos a quem nos tem ofendido" se não me importo em ferir, injustiçar, oprimir e magoar aos que atravessam o meu caminho.

Será inútil dizer "e não nos deixais cair em tentação" se escolho sempre o caminho mais fácil, que nem sempre é o caminho de Deus.

Será inútil dizer "livrai-nos do mal" se por minha própria vontade procuro os prazeres materiais, e se tudo o que é proibido me seduz.

Será inútil dizer "Amém" porque sabendo que sou assim, continuo me omitindo e nada faço para me modificar.

            Queridos irmãos, para viver na intimidade com o Pai, nada mais sublime e perfeito do que recitarmos, diuturnamente, a oração do Pai Nosso. Que sejamos nós mesmos, na simplicidade, despojados de tudo, cada vez que nos colocarmos diante do Pai para orar, somente isso basta. Por isso, oremos:

"Pai Nosso, que estás nos céus, santificado seja o vosso nome. Venha a nós o vosso Reino. Seja feita a vossa vontade, assim na Terra como no Céu. O pão nosso de cada dia nos daí hoje. Perdoai as nossas ofensas assim como nós perdoamos a quem nos tem ofendido. E não nos deixei cair em tentação, mas livrai-nos do mal. Amém!"

            Abraços fraternos.

 

            Nancy – professora                

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário