BOM DIA

BEM VINDOS AOS BLOGS DOS

INTERNAUTAS MISSIONÁRIOS

SOMOS CATÓLICOS APOSTÓLICOS ROMANOS, MAS RESPEITAMOS TODAS AS RELIGIÕES. CRISTÃS OU NÃO.

CATEQUESE PELA INTERNET

LEIA, ESCUTE, PRATIQUE E ENSINE.

PESQUISAR NESTE BLOG - DIGITE UMA FRASE DE QUALQUER EVANGELHO

12 de jun de 2011

Juntai tesouros no céu -Padre Antonio Queiroz CSsR

SEXTA-FEIRA 17/06/2011

 

Mt 6,19-23

 

Juntai tesouros no céu, onde a ferrugem não destrói, nem os ladrões roubam.

Neste Evangelho, Jesus nos lembra que os tesouros da terra não são consistentes, enquanto os do céu são. Ele usa a palavra "tesouros" no sentido geral, que podemos chamar de valores.

Valores são os meios que buscamos para ser felizes. Existem valores permanentes e valores transitórios. Os permanentes são os do céu: A graça de Deus, a fé, a esperança, o amor, a justiça, a verdade e todas as virtudes. São permanentes porque não se estragam e ninguém consegue nos roubar. Esses valores são eternos. Aqui na terra eles brilham, mas na vida futura brilharão muito mais.

Já os valores transitórios são os bens materiais: O dinheiro e todos os bens materiais, a fama, o poder. São transitórios porque os perdemos facilmente. São como a erva do campo, que hoje floresce e amanhã murcha e seca.

"O olho é a lâmpada do corpo." O nosso apego a esses "tesouros" começa pelos olhos. depois vai para o coração, onde se transforma em desejo, que depois se transforma em ação. Daí a importância de zelar pelos nossos olhos, isto é, procurar ver o que é bom e não ver o que é ruim e pode nos prejudicar.

Jesus nos aconselha a sermos espertos: Usar o dinheiro corruptível para conquistar bens eternos: "Usai o dinheiro injusto para fazer amigos, pois, quando acabar, eles vos receberão nas moradas eternas" (Lc 16,9).

Um homem morreu e chegou lá na porta do céu. S. Pedro olhou a ficha dele e disse: "Pode entrar".

E S. Pedro foi levá-lo até a sua casa. Ao ver as mansões, o homem ficou admirado. Todas traziam o nome do morador. De repente ele viu um palácio muito bonito, e era justamente do seu empregado, que havia falecido um tempo antes. Ele pensou: Nossa! Se até o meu empregado ganhou uma casa chique dessa, imagine a minha!

Mas os dois não paravam de caminhar. De repente, entraram na periferia do céu, numa rua de terra toda esburacada. Lá na ponta da rua, S. Pedro mostrou-lhe um barraquinho pobre, que mal cabia ele, e disse: "Esta é a sua casa".

O homem disse: "S. Pedro, por que o meu empregado ganhou uma casa tão bonita, e eu esse barraco?!"

S. Pedro respondeu: "Aqui nós só damos a mão de obra. O material vem lá de baixo, são as boas obras que a pessoa fez lá na terra. E você só mandou isso aí!"

"Não junteis tesouros aqui na terra, onde a traça e a ferrugem destroem, e os ladrões assaltam e roubam. Ao contrário, juntai para vós tesouros no céu, onde nem a traça e a ferrugem destroem, nem os ladrões assaltam e roubam. Porque, onde está o teu tesouro, aí estará também o teu coração."

Que Maria Santíssima nos ajude a fazer muita caridade, a fim de juntar um bom material para a nossa morada eterna no céu!

Juntai tesouros no céu, onde a ferrugem não destrói, nem os ladrões roubam.

 

 

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário