BOM DIA

BEM VINDOS AOS BLOGS DOS

INTERNAUTAS MISSIONÁRIOS

SOMOS CATÓLICOS APOSTÓLICOS ROMANOS, MAS RESPEITAMOS TODAS AS RELIGIÕES. CRISTÃS OU NÃO.

CATEQUESE PELA INTERNET

LEIA, ESCUTE, PRATIQUE E ENSINE.

PESQUISAR NESTE BLOG - DIGITE UMA FRASE DE QUALQUER EVANGELHO

12 de abr de 2012

Coragem na hora das aflições. Eu venci o mundo! - Sal



Dia 21 de maio


Os amigos de Jesus finalmente dizem crer que O Mestre é o Filho de Deus.
Jesus enquanto Deus conhecia o futuro, sabia de tudo o que estaria por vir.
“No mundo haveis de ter aflições. Coragem! Eu venci o mundo.”
Podemos vencer as aflições do mundo com coragem e muita oração. Como cristãos engajados no plano de Deus, devemos firmar o compromisso sincero de amar a Deus e ao nosso semelhante,     evangelizar por palavras e por atos. E, para poder alcançar a força e a graça de amar o nosso irmão, acolhendo-o, suportando-o, nós precisamos rezar. A oração é o alimento da nossa fé que nos é mais acessível. Isto porque, mesmo que se eu fosse analfabeto impedido de ler a palavra de Deus, eu poderia rezar. Mesmo que onde eu morasse não houvesse nenhum templo onde pudesse receber a eucaristia, mesmo assim, eu poderia alimentar a minha fé  pela oração.
     Rezar é falar e ouvir Deus no mais íntimo do nosso ser. Por isso, para rezar, é preciso recolhimento. O nosso corpo também reza.
O mestre nos alertou para a necessidade de oração constante. Nos disse: ”Vigiai e orai. O espírito está preparado mas a carne é fraca”. “Pedi e recebereis, batei e abrir-se-vos-à”. Jesus enquanto Deus não precisava rezar. Mas, para nos dar o exemplo, se recolhia por horas a rezar em lugares solitários. A nossa vida sem oração torna-se uma vida sem sentido E a pior coisa é viver sem sentido. Quando não rezamos, tudo corre mal. Por outro lado, Deus nos chama sempre, nos conduz à súplica, permitindo que nos aconteça a adversidade. Por que ele sabe que quando a coisa fica preta, nós nos lembramos dele. Tem gente que só reza quando a casa pega fogo, quando perde o emprego, quando é seqüestrado, etc. Deus é o Sinai da nossa vida. Ele é, tanto o fogo que abrasa, como a brisa que refrigera.
      Devemos reservar um bom momento do nosso dia dado por Deus, para falar com Ele. Pedir perdão, louvar, agradecer, suplicar, fazer uma leitura espiritual, criar um clima de silêncio de liberdade interior de esvaziamento do nosso eu de pobreza de espírito, para poder sintonizar o dono do mundo.
      Orar é também orar “com”. Com a família, com os catequizandos, com a comunidade.
Sal

Nenhum comentário:

Postar um comentário