BOM DIA

BEM VINDOS AOS BLOGS DOS

INTERNAUTAS MISSIONÁRIOS

SOMOS CATÓLICOS APOSTÓLICOS ROMANOS, MAS RESPEITAMOS TODAS AS RELIGIÕES. CRISTÃS OU NÃO.

CATEQUESE PELA INTERNET

LEIA, ESCUTE, PRATIQUE E ENSINE.

PESQUISAR NESTE BLOG - DIGITE UMA FRASE DE QUALQUER EVANGELHO

15 de abr de 2012

Deus enviou seu Filho ao mundo para que o mundo seja salvo por ele. Padre Queiroz

18 de abril – quarta-feira

Jo 3,16-21

 

Deus enviou seu Filho ao mundo para que o mundo seja salvo por ele.

Neste Evangelho, Jesus nos apresenta o motivo da Redenção, por que ela aconteceu. Não partiu de algum mérito do ser humano, mas unicamente de Deus, do seu amor a nós. Deus amou tanto o mundo, que deu o seu Filho unigênito.

Deus nos ama com um amor tão grande, que nem o pecado conseguiu estancar esse amor, ao contrário, o fez crescer ainda mais. "Acaso uma mulher esquece o seu neném, ou o amor ao filho de suas entranhas? Mesmo que alguma se esqueça, eu de ti jamais me esquecerei!" (Is 49,15).

Jesus veio expressar com a sua vida, morte e ressurreição, esse amor de Deus por nós: "Jesus, tendo amado os seus que estavam no mundo, amou-os até o fim" (Jo 13,1).

Deus enviou seu Filho ao mundo para que o mundo seja salvo por ele. Devemos ver Jesus como o nosso melhor amigo, que vê o nosso lado bom e faz de tudo para que sejamos nesta vida e na outra.

Entretanto, "quem pratica o mal odeia a luz e não se aproxima da luz". Aí está a explicação de todos os males deste mundo e por que muitos não vão para o céu. Somos livres, e aqueles que praticam o mal preferem agir no escuro ou escondido, para que ninguém descubra suas más ações. Veja, por exemplo, os ladrões que sempre agem escondido. Ao evitar que os outros descubram o que fazem, os maus se condenam a si mesmos, pois mostram que sabem que suas ações são más.

Mas o amor de Deus por nós é maior que o nosso pecado. Por isso todos nós, santos e pecadores, podemos nos aproximar de Jesus com confiança, pois ele nos ama a todos com um amor misericordioso e infinito. Ninguém deve ter medo de Jesus, pois ele não para condenar, mas para salvar.

Quando somos amados por alguém, sentimos o desejo de retribuir. Amor com amor se paga. A nossa melhor retribuição é a obediência à sua Palavra e o engajamento cada vez maior na sua Igreja, una, santa, católica e apostólica.

Vamos, neste tempo pascal, acolher este presente de amor que Deus nos deu e nos deixar transformar por ele, o fogo do amor que veio ao mundo para queimar o pecado e purificar a prata.

Um dia, um senhor que estava viajando de carro do Rio para S. Paulo, entrou na cidade de Aparecida, comprou uma vela do seu tamanho, dirigiu-se à capela das velas no Santuário, acendeu a vela e fez a seguinte oração: "Senhor, eu precisava rezar muito aqui, mas não tenho tempo. Por isso, aceite as minhas preces, simbolizadas nesta vela, pela intercessão de N. Sra. Aparecida". Colocou a vela no lugar apropriado e continuou sua viagem.

Foi uma oração simbólica, com toda certeza aceita e agradável a Deus. A vela era do seu tamanho porque era ele mesmo que ficava ali rezando, representado pela vela. Nós gostamos de usar símbolos, e Deus também gosta. A Bíblia é todinha cheia de símbolos.

Inclusive, a vela se parece com o cristão. Ambos se consomem para iluminar e servir o seu ambiente. Até as lágrimas da vela simbolizam as nossas lágrimas, na luta pelo Reino de Deus. O amor sempre custa lágrimas.

De um jeito ou de outro, nós precisamos rezar, e muito, a fim de não praticarmos obras más, afastando-nos da luz.

Maria Santíssima ajudou o seu Filho a executar o plano de amor de Deus Pai. Que ela nos ajude também a acolher com generosidade esse plano. Santa Maria, rogai por nós.

Deus enviou seu Filho ao mundo para que o mundo seja salvo por ele.

Padre Queiroz

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário