BOM DIA

BEM VINDOS AOS BLOGS DOS

INTERNAUTAS MISSIONÁRIOS

SOMOS CATÓLICOS APOSTÓLICOS ROMANOS, MAS RESPEITAMOS TODAS AS RELIGIÕES. CRISTÃS OU NÃO.

CATEQUESE PELA INTERNET

LEIA, ESCUTE, PRATIQUE E ENSINE.

PESQUISAR NESTE BLOG - DIGITE UMA FRASE DE QUALQUER EVANGELHO

6 de abr de 2012

Eu sou a videira, vós sois os ramos - Sal



06 de maio

Imaginem uma árvore frondosa e bonita. Você corta um ramo dela e leva ara casa. Mesmo colocando num vazo com água, o que irá acontecer? Um dia aquele belo ramo vai murchando até secar totalmente, ficando sem aquela viçosidade do dia em que você o pegou, retirando-o da sua fonte de alimentação, que era aquela árvore.
         Jesus se compara a uma árvore, e nos compara com os ramos. Assim como aquele ramo murchou ao ser desligado daquela árvore, também nós, ficaremos murchos, sem graça, sem a vida da graça, se nos separarmos de Deus.  E a nossa separação de Deus acontece pelo pecado. Na verdade, Deus continua do nosso lado, nos guiando, nos protegendo, nos amando. A comunicação Deus-homem, ou Deus-ser humano, existe. Porém, a comunicação homem-Deus foi interrompida pelo mau uso da nossa liberdade, ou seja, o pecado. E dessa forma, nós vamos enfraquecer, perecer, ficar desfigurados, sem vida, sem graça, sem a graça de Deus, indispensável à nossa espiritualidade, a qual nos prepara e nos encaminha para a Vida Eterna.
         E pecamos quando amamos apenas com palavras, em vez de ações de verdade. Quando nosso sorriso é falso, interesseiro, e nossa gentileza for apenas gestos de cortesia visando retorno imediato principalmente econômico, estamos agindo em desacordo com o Plano de Deus, estamos nos desligando da Videira, que Jesus nos fala no Evangelho de hoje.
Porém, se nos fazemos caridosos e justos, compadecendo-nos da miséria do nosso irmão, estamos ligados em Cristo, e com Cristo. E ligados a Ele poderemos produzir muitos frutos. Frutos para o Reino de Deus que é o Reino de justiça.
Nunca se desligue da Videira!  Mas sim esteja sempre ligado. Tá ligado?
Sal.   

Nenhum comentário:

Postar um comentário