BOM DIA

BEM VINDOS AOS BLOGS DOS

INTERNAUTAS MISSIONÁRIOS

SOMOS CATÓLICOS APOSTÓLICOS ROMANOS, MAS RESPEITAMOS TODAS AS RELIGIÕES. CRISTÃS OU NÃO.

CATEQUESE PELA INTERNET

LEIA, ESCUTE, PRATIQUE E ENSINE.

PESQUISAR NESTE BLOG - DIGITE UMA FRASE DE QUALQUER EVANGELHO

8 de abr de 2012

JESUS RESSUSCITADO QUER QUE EU O ANUNCIE! - Enviado por Vera Lúcia



SEXTA-FEIRA, DIA 13 DE DE ABRIL
Jo 21,1-14

JESUS RESSUSCITADO QUER QUE EU O ANUNCIE! MAS COMO?

Prezados irmãos e irmãs no Senhor Ressuscitado,

nesta primeira semana, depois da grande celebração da Passagem do Senhor, estamos vivendo a OITAVA DA PÁSCOA, período no qual recebemos da Igreja através de passagens das Escrituras "escolhidas a dedo" a motivação necessária para gritarmos aos quatros cantos do mundo essa grande verdade de nossa fé: JESUS RESSUSCITOU! ESTÁ VIVO E NO MEIO DE NÓS!

        O Evangelho de hoje é de um conteúdo extremamente rico e profundo narrando mais uma das aparições de Jesus após sua crucificação e morte. Há, portanto, elementos e revelações muito interessantes que o autor, inspirado por Deus, deixa transparecer e que não podemos deixar de comentar para deleite de todos.

 1. Jesus aparece em lugar e hora marcada e a pessoas existentes das quais se sabem os nomes: essa atitude do escritor sagrado de especificar os fatos e pessoas envolvidas dá legitimidade à narrativa, ou seja, o que ele começa a contar não é fruto de sua imaginação mas coisa que realmente aconteceu num lugar específico real, numa hora específica real e com pessoas específicas reais. É como se ele nos dissesse: "Se não acreditas pergunte a Pedro, Tomé, Natanael... eles estavam lá!"

 2. Pedro diz que vai pescar e é seguido prontamente pelos outros. Parece que ainda não tinha lhe "caído a ficha". Estava meio atordoado com todos os fatos traumáticos que haviam ocorrido naqueles últimos dias, fatos estes que culminaram na morte d’Aquele que acreditava ser o Libertador de Israel. Parece que, inconscientemente, Pedro estava voltando à sua antiga rotina mesmo Jesus já tendo declarado quando o chamou juntamente com seu irmão André: "Vinde após mim, e eu vos farei pescadores de homens." (Mt 4, 18-22). Entretanto, apesar de uma noite inteira fazendo o que eles mais sabiam fazer, NADA pescaram, nem sequer um ÚNICO PEIXINHO!

3. Amanhece o dia e Jesus aparece na margem. O dia resplandece somente quando a Luz, Jesus, aparece. Mas Ele está à margem, ainda não está no centro! E como Ele ainda não é o centro das atenções e da vida deles, eles nem o percebem, passa batido.

4. Jesus manda lançarem novamente a rede em uma determinada direção. Eles obedecem e creio que aqui Pedro e os outros lembram-se do que Jesus havia lhes dito certa ocasião na Galiléia: "Leve o barco para um lugar onde o lago é bem fundo. E então você e os seus companheiros joguem as redes para pescar." (Lucas 5). Naquela ocasião Pedro argumenta: "Mestre, nós trabalhamos a noite toda e não pescamos nada. Mas, em atenção à tua palavra..." Agora, entretanto, imagino-o calado, obedecendo, desconfiado pois já ouvira aquela ordem antes.

5. Lançaram a rede e não conseguiram puxá-la pra fora tamanha era a quantidade de peixes. Todos já sabem pois estavam revivendo aquele milagre mas é João que tem a coragem de vocalizar: É o Senhor! Pedro não se agüenta e no ímpeto de vontade que lhe é próprio, se atira ao mar e vai à nado ao encontro de Jesus. Neste ponto todos redirecionam o centro de suas vidas para Jesus. Ele continua na margem mas não está mais à margem da vida deles e sim no centro, para o qual todos os olhos se voltam, todos as bocas se calam e todos os ouvidos se abrem para re-escutar a doce voz do Mestre.

6. Logo que todos chegam, percebem que Jesus os espera com brasas acesas, peixe e pão e pede que lhe tragam alguns dos peixes que pescaram, obedecendo à sua ordem. Como ressuscitado, o Senhor continua servindo. Isso mostra que Ele está presente! Ele não precisaria de nossa ajuda para salvar mas interessa-se pelo esforço que fazemos ao obedecer sua voz e nos pede que tragamos o fruto desse esforço. Ele nos valoriza e nos quer atuantes. Por isso pede que lhe tragam alguns peixes.

7. Pedro se dá conta do milagre: são 153 grandes peixes e apesar da quantidade e do peso a rede não se rompe. Não sabemos ao certo se naquele momento de maravilhoso encontro com o Senhor Vivo, tiveram tempo de contar os peixes. Cremos que o número indica a totalidade (ninguém fica de fora do grande Povo Escolhido, a Igreja -  a não ser que queira) e a rede que não se rompe indica justamente a Igreja que apesar do grande número de pessoas que abraçam a fé, se mantém integra e unida pois é segurada pela mão firme do Todo-Poderoso, o Pescador dos pescadores.

8. Jesus abençoa e reparte o pão e os peixes e todos comem - entendo que Ele também - para evidenciar que não é um fantasma, mas alguém de carne e osso.

IRMÃOS, IRMÃS,

nessa passagem está a síntese da vontade do Cristo Ressuscitado para nossas vidas: ANUNCIÁ-LO A TODAS AS PESSOAS!

Ele não é mais um de tantos profetas! Ele é o Filho de Deus encarnado, que morreu para apagar o documento que pesava contra nós. Não ficou aprisionado na morte. RESSUSCITOU! Está vivo! Atuante! Continua a nos servir e a nos dar força com sua presença na Igreja e em cada ser humano.

Contudo, para que este anúncio realmente eficaz não nos esqueçamos:


- ELE PRECISA ESTAR NO CENTRO DE NOSSA VIDA de modo que nossas tomadas de decisões partam da consulta da sua vontade e não da nossa

- SEM ELE, TODO O NOSSO ESFORÇO É INÚTIL, mas quando obedecemos a sua palavra, ELE FAZ ACONTECER!

- ELE NOS VALORIZA E QUER PRECISAR DE NÓS.

Avaliemos nossa maneira de viver. Se trabalhamos pra caramba e nada conquistamos, algo está errado. Ele pode estar abandonado, na margem. Nade na direção dEle com todas as suas forças. Achegue-se a Ele. Convide-o para assumir o leme, o controle do seu barco e obedeça a sua Palavra. Então você verá as maravilhas fervilhando em sua vida. Tantas que você parece não conseguir agüentar! Vendo a alegria de seu testemunho muitas outras vidas vão querer estar nesse barco. AÍ VOCÊ PERCEBERÁ QUE ANUNCIAR O EVANGELHO NÃO É NADA MAIS DO QUE VIVER O EVANGELHO, VIVER A NOVIDADE DA PRESENÇA DO DEUS VIVO, RESSUSCITADO, NO MEIO DE NÓS!
Graças te dou, ó Pai, porque escondestes essas coisas dos sábios e poderosos e as revelastes aos pequeninos!
Humberto Selau Inácio

Nenhum comentário:

Postar um comentário