BOM DIA

BEM VINDOS AOS BLOGS DOS

INTERNAUTAS MISSIONÁRIOS

SOMOS CATÓLICOS APOSTÓLICOS ROMANOS, MAS RESPEITAMOS TODAS AS RELIGIÕES. CRISTÃS OU NÃO.

CATEQUESE PELA INTERNET

LEIA, ESCUTE, PRATIQUE E ENSINE.

PESQUISAR NESTE BLOG - DIGITE UMA FRASE DE QUALQUER EVANGELHO

9 de abr de 2012

Ele ressuscitará dos mortos - Missionários Claretianos


Quinta-feira, 12 de abril de 2012
Oitava da Páscoa
Santos do Dia:Basílio de Parium (bispo), Constantino de Gap (bispo), Damião de Pavia (bispo), Florentino de Arles (abade), Júlio I (papa), Sabas, o Gótico e Companheiros (mártires), Tétrico de Auxerre (monge, bispo, mártir), Vítor de Braga (mártir), Víssia de Fermo (virgem, mártir), Zenão de Verona (bispo).
Primeira leitura: Atos dos Apóstolos 3, 11-26.
Vós matastes o autor da vida, mas Deus o ressuscitou dos mortos.
Salmo responsorial: 8, 2.5-9.
Ó Senhor, nosso Deus, como é grande vosso nome por todo o universo!
Evangelho: Lucas 24, 35-48.
Assim está escrito: O Cristo sofrerá e ressuscitará dos mortos ao terceiro dia.
É evidente que o evangelista quer afirmar, através deste relato, que o ressuscitado é Jesus de Nazaré, que anunciou com autoridade a Boa Nova do Reino; que não é um cadáver reanimado, mas que realmente é o mesmo Senhor, que, graças a ressurreição, vinculou-se plenamente à vida divina do Pai.
Obviamente o evangelista é consciente de que Jesus não está sujeito às limitações de um corpo; entretanto, devido à compreensão judia da realidade que é sempre particular e concreta, é preciso insistir na corporalidade de Jesus ressuscitado; por isso, neste relato Jesus fala, caminha e come.
A ressurreição, então, foi um feito histórico, no sentido de que realmente se sucedeu, mas não é no sentido que podemos comprovar no espaço e no tempo. Este acontecimento, que é o centro da fé cristã, tem razão de ser unicamente se visto desde o ponto da fé, tal como fizeram os discípulos, que perceberam a presença do Senhor, assumindo para si a tarefa de anunciar o Reino de Deus, quer dizer, convertendo-se em verdadeiras testemunhas da ressurreição.

Nenhum comentário:

Postar um comentário