BOM DIA

BEM VINDOS AOS BLOGS DOS

INTERNAUTAS MISSIONÁRIOS

SOMOS CATÓLICOS APOSTÓLICOS ROMANOS, MAS RESPEITAMOS TODAS AS RELIGIÕES. CRISTÃS OU NÃO.

CATEQUESE PELA INTERNET

LEIA, ESCUTE, PRATIQUE E ENSINE.

PESQUISAR NESTE BLOG - DIGITE UMA FRASE DE QUALQUER EVANGELHO

3 de abr de 2012

Judas traiu a Jesus, nós também corremos este risco, quem o condenará?- Newton



Evangelho do dia 04 de Abril de 2012.


Estava escrito que Jesus deveria passar pelo sacrifício, teria que sofrer todo o tipo de humilhação até chegar à morte de cruz, mesmo depois de ter anunciado o Reino de Deus, consolado os aflitos, curado a muitos enfermos, e, depois de ter ensinado que o amor é mais importante que tudo, e, por amor entregou o seu corpo e derramou o seu sangue, para cumprir o plano de salvação de Deus para a toda a humanidade.

O evangelho de hoje nos faz refletir muito sobre a situação de Judas diante do ato de traição ao Senhor. Temos a tendência primeira de julgar e até mesmo condenar, e, principalmente quando se trata da figura do traidor de Jesus, nós nos revoltamos, e questionamos porque alguém seria capaz de fazer o que fez com Jesus? E, nossa primeira atitude é de atirar a primeira pedra como na história da mulher adúltera.

Por tradição, todos os anos no sábado de aleluia, realiza-se a malhação do Judas, representado por um boneco de trapos, que é queimado e surrado em grande festa, tudo por causa da traição do Judas Iscariotes. Nós humanos somos assim, às vezes o fazemos tomados por um impulso e, ou influenciados por outras pessoas, e nem sequer paramos um minuto para refletir por que estamos participando deste tipo evento?

Será que Jesus aprovaria este tipo de manifestação, levando em consideração o que se passa no coração humano? Em Romanos 5:8 está escrito: “Deus prova o seu próprio amor para conosco pelo fato de ter Cristo morrido por nós”. Jesus veio para todos, o seu amor é para todos, inclusive para Judas Iscariotes a quem Ele mesmo escolheu para ser um de seus discípulos. Jesus amou Judas, e não queria a sua condenação, pois Ele veio para todos tenha vida e vida plenamente.

Jesus não condenou o discípulo que o traiu, amou-o até o fim, pois foi por ele que Jesus também morreu na cruz. A atitude de Judas é a atitude de quem nega o amor de Deus, de quem não quer ouvir a palavra de Jesus. Às vezes também agimos assim, tapamos nossos ouvidos e fechamos o nosso coração à verdade, porque preferimos ouvir a voz do inimigo das nossas almas; ficamos fascinados pela riqueza e o poder que o mundo oferece.

Jesus foi tentado no deserto por Satanás que lhe ofereceu o mundo, sua riqueza e o poder, passou por todo tipo de tentação, mas resistiu; Por ter passado por tudo isto entende as nossas limitações e fraquezas, como também entendeu a fraqueza de Judas. Portanto Jesus não o condenou, se houve uma condenação foi pela própria consciência do traidor que se sentiu indigno diante de sua atitude.

Pedro também traiu Jesus ao lhe negar três vezes, mas se arrependeu e buscou a remissão de seus pecados. Nós também pecamos, e muitas vezes, e muitas vezes devemos fazer nosso exame de consciência buscando a nossa salvação, pois a salvação ou condenação de nossa alma vai depender de nós mesmos. A salvação não vem pelo nosso mérito, mas pela graça de Deus, entendendo o plano de salvação de Deus, reconhecendo as nossas fraquezas e aceitando Jesus como nosso salvador nos livramos da condenação.

Para não nos perdermos nas trevas, nós devemos buscar nossa força na palavra de Deus, pois está escrito: “sua palavra é lâmpada para os nossos pés e luz para o nosso caminho” (Salmos 119-105); “A luz veio ao mundo, e os homens amaram mais as trevas do que a luz; porque as suas obras eram más” - João 3:19. Busquemos, portanto, diariamente o estudo da palavra de Deus, nos firmando na rocha que é Jesus, fiquemos vigilantes e em oração para não cairmos em tentação, pois também corremos o risco de como Judas trair o nosso Senhor, em pensamentos e ações.
Amém!
A Paz de Jesus para todos!
Newton

Nenhum comentário:

Postar um comentário