BOM DIA

BEM VINDOS AOS BLOGS DOS

INTERNAUTAS MISSIONÁRIOS

SOMOS CATÓLICOS APOSTÓLICOS ROMANOS, MAS RESPEITAMOS TODAS AS RELIGIÕES. CRISTÃS OU NÃO.

CATEQUESE PELA INTERNET

LEIA, ESCUTE, PRATIQUE E ENSINE.

PESQUISAR NESTE BLOG - DIGITE UMA FRASE DE QUALQUER EVANGELHO

10 de abr de 2012

Somos escolhidos por Deus - Sal



Dia 12 de maio


 Mais uma vez Jesus insiste na prática dos seus ensinamentos. É preciso não somente crer, mais sim crer e praticar. Senão podemos nos tornar um novo Judas que acabou praticando ao contrário, ou seja, traindo o próprio Filho de Deus.  "Aquele que come o pão comigo levantou contra mim o seu calcanhar."
“É nóis na fita”, como diz o novo ditado popular no Brasil. Somos nós que comemos o pão com Cristo, que comemos o pão que é o Cristo vivo, que proclamamos sua palavra a outros, e depois levantamos contra Ele o nosso calcanhar? Não! Isso não pode acontecer, prezados irmãos! Vamos rezar mais, se preciso jejuar, para que não cedamos às seduções do maligno que não cessa de tentar nos arrastar para longe Deus. Nós somos os mais visados por ele porque somos da linha de frente, somos missionários, somos escolhidos.
Nós somos o sal da terra, e temos que ter muito cuidado para não perder o nosso sabor. Para que possamos estar sempre menos indignos de servir a Cristo na grande e santa missão de evangelizar.
Por outro lado, se somos escolhidos e enviados por Cristo para anunciar a sua palavra. E Jesus nos garante:
“Em verdade, em verdade vos digo: quem recebe aquele que eu enviei recebe a mim; e quem me recebe, recebe aquele que me enviou.”


É lógico, é claro, é simples  e fácil de se entender. Os sacerdotes, os catequistas, os missionários, somos todos enviados por Jesus ao mundo. Se o Mundo nos receber bem, estará recebendo bem aquele que nos enviou. Eu sempre repito isso quando encontro algum tipo de resistência por parte de alguns jovens, em minhas “aulas” ou palestras de ENSINO RELIGIOSO nas escolas. Eu explico para eles que aquela atitude de descaso, indisciplina, ou rebeldia, não se dirige à minha pessoa, mas sim, para aquele que me enviou. Ou seja, o próprio Deus. Acrescento. Se Jesus aparecesse aqui entrando por aquela porta, vocês todos ficariam assustados, e teriam uma atitude de pleno respeito. Eu não sou Jesus, mas estou aqui para falar com vocês, por que Ele me mandou fazer isto.
Isto tem sido sempre um balde d’água na fervura deles.
Sal

Nenhum comentário:

Postar um comentário